semana de 10 de setembro

NA TV


Começam as estréias da temporada (“fall season“) e com isso convidados especiais por todos os talk shows e programas de variedades (elenco, produtores e celebridades em geral). Blake Shelton provendo The Voice no Today; Katie Couric no GMA,  Britney e Simon Cowell na Ellen, Howard Stern no Letterman e o onipresente Dancing with the Starspor todo lado.

Na terça, Jessica Simpson foi a primeira peronalidade a substituir Robin Roberts na sua licença médica. E de acordo com Nielsen, GMA já está oficialmente a frente do Today em total viewers e 25-54 por várias semanas.

Ainda nos programas da manhã tentando disputar audiência: Psy ao vivo no Rockfeller Plaza (Today) e seu Gangnam Style, um hit de youtube que em menos de 2 meses já alcançou quase 200 milhões de views (impressionante a velocidade dos memes, já recebi uma versão brasileira com Bonde do Tigrão!) . No GMA, ao mesmo tempo, tocando ao vivo em Times Square, a banda punk mais pop, Green Day.

Aliás, um bom lugar para saber o que está se destacando online é no what’s trending. Muitos programas de notícias usam este site: http://whatstrending.com/ eles tem uma ediçao nova cada dia ao meio dia PST.

Nos talk shows da tarde, 5 programas novos estrearam esta semana: Katie, Steve Harvey, Wendy Williams, Jeff Probst (o simpático apresentador do Survivor) e Ricki Lake. Ganhou Katie, na ABC, claro, com 2.8, um dos maiores ratings para a hora em anos. Era o antigo time slot de Oprah. Em segundo Steve Harvey, na NBC, com 1.5. Ele é meio Dr. Phil, mas mais afetuoso e sincero.

O candidato à presidência republicano Mitt Romney está usando a mesma estratégia que Obama usou 4 anos atrás e aparece em programas populares, se dizendo fã de cultura pop e querendo parecer “normal”. Em entrevista com Kelly Ripa e Michael Strahan do Live with Kelly and Michael  ele se confessou fã de Snooki (!!!) mas também deixou escapar uma bobagem numa entrevista com George Stepanopoulos no GMA na sexta: segundo ele um salário mediano é de 200-250K por ano. Este é um salário bem alto, de 2% da população. http://www.dailymail.co.uk/news/article-2203363/Mitt-Romney-tells-Kelly-Ripa-prefers-sleep-naked-Snooki-fan-considers-Sunday-morning-church-date-night-Ann.html

NBC apostando muito no The Voice, exibindo o programa por TRES dias na semana. Na verdade, o terceiro dia foi uma provocação à Fox, batendo de frente com X Factor. Um tem Christina Aguilera (The Voice), o outro Britney Spears e Simon Cowell (X Factor). Ganhou Christina, ou melhor, The Voice, porque o show é melhor. E o tácito “gentlemen’s agreement” entre canais oficialmente acabou. The Voice estreou com 2 horas na segunda, 2 na terça e 1 na quarta — todos dias de “blind auditions” (onde jurados ouvem os candidatos sem vê-los). Big Brother 14 CBS ficou em terceiro e America’s Got Talent em 4º.  Aliás, a estratégia de programação da NBC é bem curiosa: eles estão programando como se fosse tv a cabo, colocando 2 ou 3 comédias apenas em vários dias da semana atrás do programa número 1 em 3 dias da semana.

Mais números de audiência de syndication: Ellen delivering a 3.0 in total households on Monday in metered markets, the show’s highest rating since the 2006-07 season.  The Dr. Oz Show from Sony Pictures Television posted a 2.8 primary telecast average for its fourth season premiere on Monday as well as a 3.3 HH weighted cume.  Anderson Live from Warner Bros. Brand Networks scored a 1.3 HH rating on Monday; Maury and The Jerry Springer Show from NBCU Television Distribution posted a 1.5 and a 1.2 HH rating respectively; The Wendy Williams Show from Twentieth Television posted a 1.0 HH rating; and it should be noted the Dr. Phil Show from CTD was pre-empted on Monday in many markets on CBS affiliates due to the US Open coverage though the season premiere of Dr. Phil was yesterday.  Then during its premiere week of September 3, LIVE! with Kelly and Michael from Disney-ABC Domestic Television scored double digit gains in homes across the US Metered Markets over last year’s premiere week (+14% – 3.3/11 vs. 2.9/10 for w/o 9/5/11) In addition, LIVE! had year-over-year time slot gains across women demos: +50% with W18-34 and +27% with both W18-49 and W25-54.
No domingo, TLC estreou bem a terceira temporada de Long Island Medium, as 9 e 9:30 (fez 2.3) e às 10, Breaking Amish. Estes canais todos , Discovery, A&E, History e TLC fazem sucesso com seus unscripted shows ao retratarem pequenas frações da sociedade, pequenas subculturas, pondo uma lente de aumento sobre ela e aproximando o telespectador. Quando é feito de maneira natural, funciona. As personagens de Breaking Amish, que vão para a cidade grande, Nova York, pela primeira vez na vida, tem curiosidade genuína, mas TLC parece estar simplesmente explorar isso, sem mostrar nenhum valor dos amish.

No domingo que vem tem Emmys pela ABC. E ontem foi dia de Emmy de Creative Arts (a parte técnica dos shows: edição, fotografia, figurino, musica, etc.). Aqui um resumo:

Game of Thrones 6
Frozen Planet 4
Great Expectations 4
Saturday Night Live 4
65th Annual Tony Awards 3
Boardwalk Empire 3
Hatfields & McCoys 3
Deadliest Catch 2
Downton Abbey 2
George Harrison: Living in the Material World 2
Hemingway and Gellhorn 2
Homeland 2
Secret Mountain Fort Awesome 2
54th Annual Grammy Awards 2
The Kennedy Center Honors 2
Two and a Half Men 2

 

IDEIAS, ESTRATEGIAS, DEVELOPMENT E MAIS

Nancy Dubuc , a rock-star entre executivos de TV, foi promovida a presidente de entretenimento e media de todo portfolio A+E (todos os History, Lifetime, A&E e Bio). A posição é nova, ela continua reportando a CEO Abbe Raven, e passa a supervisar content creation, brand development and marketing de todos os canais. Também passa a supervisar A+E Networks’ International and Digital (Bob DeBitetto, Dan Suratt e Steve Ronson passam a reportar a Nancy). O sucesso de Nancy é impressionante: History em menos de 10 anos passou de canalzinho niche para canal de entretenimento masculino e  agora é um dos canais de entretenimento geral no Top 10. Além disso teve o histórico Hatfield & McCoys e Lifetime, que foi rebranded, aumentou a audiência (segundo o proprio canal) e começa a lançar franchises pelo mundo, o primeiro sendo no Canadá em Agosto. Ela começou há 10 anos no A+E diretora de programação do History.

Mais notícias dos mundo corporativo: Co Chairman do estúdio Fox Filmed Entertainment, Tom Rothman sai da companhia no fim do ano. De acordo com Deadline, ele foi demitido porque estava abertamente interessado na posiçao de CEO da Universal (que está aberta desde que Comcast comprou Universal) Fox Filmed Entertainment agora passa a ser responsabilidade de seu co-chair Jim Gianopolous na 20th Century Fox FilmDana Walden e Gary Newman, que eram responsáveis por toda a área de produção de televisão ficam mais independentes agora, reportando diretamente a Chase Carey, o número 2 de Rupert. Se vocês tiverem alguma interesse em ler memos dos moguls de entretenimento na Corporate America  aqui:  http://www.deadline.com/2012/09/tom-rothman-departing-fox-filmed-entertainment/

Jane Campion, que já ganhou um Oscar como diretora, vai estar no MIPCOM  para mostrar sua primeira série de TV, Top of the LakeTop of the Lake  é sobre um detetive em busca de uma menina de 12 anos gravida e que foi vista pela última vez num lago congelado. Produzido pela BBC, UKTV, Sundance Channel and BBC Worldwide 

G4 está se renovando para ser less geek, mais chic.Este canal, que é da NBC Universal, tinha programação quase que totalmente de games e anime, mas quer se reposicionar e se tornar um canal tipo a revista GQ (sofisticado, masculino). Eles contrataram uma equioe inteira nova e o rebranding deve estrear em 2013.

HISTORY estréia as 8 horas de  The Men Who Built America em 16 de Outubro. A série mostra o perfil dos 5 americanos self-made que mais estão associados à inovação, grandes negócios, construção de impérios e ao sonho americano: Cornelius Vanderbilt, John D. Rockefeller, Andrew Carnegie, J.P. Morgan e Henry Ford. A série vai contar com entrevistas com empresários contemporâneos como Steve Case, Mark Cuban, T. Boone Pickens e Charles Schwab  entre outros.

Um formato curioso: The Will: Family Secrets Revealed do Investigation Discovery. Está na terceira temporada e desta vez mostra celebridades que tem seu testamento contestado: Ritchie Valens, Jerry Garcia, Gary Coleman, Tammy Wynette entre outros.  Estréia em Outubro.

Oxygen renovou seu docu-series I’m Having Their Baby para uma segunda remporada.  Estréia em 2013.  Este reality fala das meninas que ficam grávidas e passam pela dificil decisão de dar seus filhos para casais que esperam seus bebês adotivos ansiosamente. Do ponto de vista das meninas.

Style Media adquiriu o docu-soap inglês Made in Chelsea, sobre a vida de um grupo de jovens (de 20 e poucos anos), cheios de “estilo” e que vivem e se divertem numa area upscale de Londres, Chelsea. Estréia em Novembro.

Bravo começa a desenvolver ficção também — parece que é um trend nos canais de non-fiction fazer séries de ficção Aqui seu development slate:

  • Heathersda Sony Pictures Television é um remake do filme cult dos anos 80, mas que se passa 20 mais tarde com Veronica mudando de volta para Sherwood com sua filha adolescente que entra a escola e tem de lidar com uma nova geração de mean girls.
  • The Apartment(wt) dois irmãos de 20 anos herdam um apartamento que era o “ninho de amor” da mãe e onde ela teve um caso de amor que durou 18 anos.  Após o choque, eles decidem alugar o apartamento (em Manhattan) para quem procura espaço para suas aventuras extra-conjugais.
  • The Darlings(wt) baseado num romance de Christina Alger sobre uma família de alta sociedade de Manhattan que se envolve num escândalo financeiro que termina em suicídio e exposição dos segredos da família.
  • All American Girlé vagamente baseado na passagem da mãe da autora (Jenni Ross) pela revista Seventeen nos anos 70. O drama se passa em três períodos e é centrado em três mulheres que trabalham na revista All American Girl. É da Fox Television Studios e se interessar posso checar detalhes.
  • Ritaé uma adaptação de um formato dinamarques: um drama familiar sobre uma professora que se esforça para criar sozinha seus três filhos adolescentes, e lidar com pais superprotetores na escola.

RTL alemã encomendou um remake de The New Adventures of Old Christine (da Warner). É a primeira produção de um formato deles para um canal internacional. Há 90 episódios.

Lifetime quebrando a “quarta parede” ao encomendar uma série sobre os bastidores de seus made-for-TV movies (que na verdade são baseados em acontecimentos reais).  Produzido por antigos colegas de MTV, Liz Gately e Tony DiSanto, My Life is a Lifetime Movie (7×60′) estréia em duas semanas e retrata os últimos 30 anos destes filmes no Lifetime, seu impacto e a verdadeira história por trás de cada filme.  O grande sucesso de Lifetime no passado — e que fez o canal ser número 1 até 10 anos atrás mais ou menos —  era seus made-for-TV movies.  Lifetime continua produzindo este tipo de dramaturgia e os títulos mais recentes foram: Amanda Knox, Steel Magnolias,

Lifetime continua dando alguns tiros aleatórios para ver se funcionam, desta vez com comédias tipo pegadinha com Prank My Mom, apresentado por Vivica A. Fox. Os primeiros 10 episódios vai mostar filhos pregando peças nas mães.  Estréia em 9 de Outubro, com pré estreia dia 27 de setembro.

Shonda Rhimes de Private Practice e Grey’s Anatomy vendeu um drama com tema FBI para NBC chamado Under the Gun  Under the Gun conta a história de Erin Kain, uma mulher que vai trabalhar para o FBI enquanto tenta aceitar os eventos trágicos que destruiram sua família. Apesar de seu aspecto frágile  juventude, seu passado negro faz com que ela seja capaz de entrar na mente daqueles criminosos que parecem normais num dia e assassinos em outro.

Em desenvolvimento na ABC, mas dependendo do cast para continuar, a comédia Trophy Wife sobre uma ex party girl que ganha instantaneamente uma família quando ela se apaixona por um homem que tem 3 filhos manipuladores e duas ex-mulheres.  Outra série em desenvolvimento para o estúdio é
How the F— am I Normal .  T descrito como um Wonder Years dysfunctional nos anos 80s.  Pelo visto nos LA Screenings do ano que vem vai ter muita série “de época” ambientada nos anos 70 e 80.

Fashion designer, Betsey Johnson vai protagonizar seu próprio reality series com sua filha Lulu para o Style Network.  Betsey + Lulu estréia  na primavera de 2013 e a produção começou no aniversário de 70 anos de Betsey esta semana, logo depois do desfile na Fashion Week. A série vai seguir mãe e filha no lançamento da nova coleção de vestidos.

Artigo interessante, sobre o aumento da audiência online: http://www.c21media.net/archives/87883?utm_source=C21Media&utm_campaign=0fc631ba7b-&utm_medium=emailA apresentação que adicionei é de Agosto, do Google,  achei que já tinha enviado.

E por fim, aqui vai uma foto de Honey Boo Boo dando autografos para fãs na Georgia. Oh god.


Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s