semana de 10 de junho

NA TV 

A 6ª temporada de True Blood estreou ontem na HBO. Não tem mais o mesmo appeal das primeiras temporadas e com o tagline no one lives forever, muita gente vai morrer nos próximos episódios… Ou já tem outros trabalhos encaminhados ou estão preparando o fim, embora a 6ª ainda não seja a útlima temporada. Desde a semana passada, um image spot para promover True Detective está no ar. True Detective é a nova série com Matthew McConaughey e Woody Harrelson, que também se passa na Louisiana e estréia em 2014.

E às 9 teve Miss USA na NBC, com Jonas Brothers e elenco “da casa”, a maior parte do E!. Nos breaks NBC promoveu todos so shows que conseguiu. Ganhou Miss Connecticut, que conseguia articular respostas compreensíveis inclusive sobre Snowden (enquanto outras diziam que tinham “o sonho de ser  RP de uma organizacao de caridade”. Qual organização? Nao importa, qualquer uma.)

As finais dos basquete tem levado a melhor toda vez que vão ao ar, colocando a ABC em número 1. Mas apesar disso e com The Voice em finais, a estréia de Pretty Little Liars na terça no ABC Family conseguiu mais de 3MM de audiência (#1 até em 18-49) e se tornou o programa mais tuítado na história da TV americana, com 1.3 milhões de tweets (até então o campeão era Walking Dead em Fevereiro). Mistresses (ABC) estreou em # 7.

Vi Luciana Gimenez no The View na segunda passada. Ela é linda e tal e tudo (e o Tony na FSP achou ela ótima e tarimbada), mas na verdade ela levou muitos cortes de Barbara Walters porque não calava a boca: tinha opinião para tudo. Veio o break e ela voltou mais “calma” e contida. Foi bem, overall.

Necessary Roughness estreou no USA na quarta. John Stamos entrou no elenco, como novo chefe da psiquiatra (dr. Dani Santino), que agora trabalha na cidade, tem novos desafios e novos clientes. Seu par romântico Marc Blucas se casou, espera o primeiro filho e sai do elenco (recebe uma proposta para trabalhar em Boston), mas também porque entrará em Killer Women… e dois programas no ar não dava né? Necessary Roughness (#2) , junto com Royal Pains (#1), também em temporada nova, colocaram o USA no topo na TV a cabo de novo.

Monica, Chandler, Joey, Phoebe, Ross Rachel tem novo lar: TV LandFriends estreou na sexta, com maratonas de 7 da noite de sexta às 6 da manhã de sexta a terça (18). A partir do dia 19 entra em seu horário regular às quartas, 9 da noite.

STARZ também estreou sexta a segunda temporada de Magic City.

A&E anunciando Storage Wars no Comedy Central. USA anunciando Suits no VH-1Necessary Roughness nos outros canais da NBC.

Discovery, exagerando um pouco no gênero reality de sobrevivência: um grupo tem que sobreviver por 3 semanas num ambiente hostil…nus! E não tem prêmio no fim. Eles fazem isso só pelo “perigo”. Dangered & Afraid. (ps: Siberia, que conta o drama de competidores de reality é de ficção e estréia dia 1º de Julho).

 

NOTICIAS

Kim e Kanye tiveram sua filha.  Soubemos de seu sexo na estréia da 8ª temporada de Keeping Up with the Kardashians, no E!. Não deve demorar para o bebê estrear na TV, no reality da familia, contrariando as intenções do pai, Kanye West, que declarou ao NYTimes esta semana que a filha é dele e “não da America”. A matriarca da família, Kris Jenner, está por todo lado estes dias, tudo para promover a estréia de seu talk show diário que estréia em 15 de Julho na Fox.

Sarah Palin está voltando a ser comentarista na FOX News. A ex-governadora do Alaska não renovou seu contrato de 3 anos em Janeiro, mas faz comentários a la carte agora… Hoje é um desses dias, quando ela aparece no programa (ultraconservador) da manhã Fox & Friends.

Keshet International (KI), o braço de distribuição da produtora israelenase, fez uma JV com o executivo Mark Rubinstein (ex-Alliance Atlantis, que co-produziu CSI) para lançar a companhia no Canada. Keshet Canada vai desenvolver, produzir e co-produzir conteúdo original baseado nos formatos israelenses.  Keshet também fez uma JV com o ex-cappo da Fox International David Haslingden, que através de sua produtora Northern Pictures, deve abrir uma Keshet Australia.Eles estão procurando um parceiro em Los Angeles agora (não vou me surpreender se envolverem meu ex-chefe Emiliano Calemzuk).

O novo produtor executivo/diretor de American Idol na FOX vem da Suécia. Pers Blankens será o responsável pela 13ª temporada de Idol nos EUA, depois de várias temporadas de sucesso na Suécia. Ele também foi Managing Director de Friday TV, produtora parte da Shine Group, e diretor de conteúdo da Meter Television, onde supervisionou as versões suecas de MasterChef e The Biggest Loser.

O novo drama do FX The Bridge, um thriller ao redor dos conflitos que acontecem na fronteira do México com EUA (El Paso e Juarez) está com seu marketing todo voltado para o público latino. Estréiam só no dia 10 de Julho, mas com Demian Bichir no elenco e com uma fatia de mercado de 48 milhões (segundo a Nielsen), a Fox está fazendo screenings para grupos latinos, concursos, tem promos em espanhol e vai exibir a série dublada em espanhol no MundoFox.

Na sessão de abertura do NCTA em Washington na semana passada, um dos primeiros assuntos a ser tratado pelos executivos foi o SVOD. Josh Sapan CEO e presidente do AMC, enfatizou a importância de conteúdo para o second screen content bem como para webisodes, especialmente entre temporadas, que significa uma oportunidade de crescimento.Já o CEO da Showtime,  Matt Blank destacou que a importância dos números não está na estréia de seus programas na hora em que vão ao ar. Usou exemplos como Homeland e Nurse Jackie, que sobem em até 70% depois que do programa de estréia.

Nada como o apocalipse para motivar o consumo… Com essa mensagem, o cartão de crédito VISA fez uma parceria com Robert Kirkman e criou uma série de cartões pré-pagos com imagens de The Walking Dead.

E o braço comercial da BBC se juntou a uma empresa de turismo americana — Tauck — para criar roteiros para quem quer se aproximar da natureza utilizando “técnicas inspiradas pelos produtores da BBC”. Os roteiros terão o brand extension BBC Earth  e serão criados sobre pacotes já existentes, com consultoria dos produtores de séries de história natural da BBC. Inicialmente, os pacotes turísticos devem incluir Africa do Sul e Botswana, Kenya e Tanzania, os ursos polares de Manitoba Canada e a Antartic.
Isso não é novidade. Embora não sejam associados a nenhum programa, o Nat Geo já comercializa tours com sua marca.http://travel.nationalgeographic.com/travel/tours/

Chevrolet está investindo pesado em futebol. Além de patrocinar o Manchester United, o logo da GM também vai aparecer nas jerseys do Los Angeles Galaxy. Além disso, assinaram com a confederação americana, United States Soccer Federation, um patrocínio exclusivo de 3 anos. Portanto a Chevrolet agora é o patrocinador oficial do futebol nos EUA.

AMC/Sundance Channel Global, a divisão internacional do AMC, vai lançar este ano o Sundance Channel na América Latina. Para começar, devem entrar em Setembro pela DirecTV na Argentina, Chile, Colombia, Equador, Peru, Uruguay e Venezuela. O canal será 24/7 em espanhol e vai exibir séries exclusivas bem como documentários e filmes independentes locais. DirecTV deve lançar um canal em portugês no Brasil depois disso. A primeira série original inteiramente do Sundance, a (excelente) Rectify (já mandei DVDs) estréia na Direct TV em Julho (OnDirecTV).

 

DEVELOPMENT e PRODUÇÃO

IFC renovou a comédia cult Portlandia para mais duas temporadas de 10 x 30′ para 2014 e 2015. Produzido pela Broadway Video. MTV renovou Girl Code. para uma segunda temporada. A comédia dá dicas de namoro, bares e boates.
HBO renovou Vice, para mais 12 episódios, que devem estrear em 2014.

Soledad O’Brien (que saiu da CNN em Março) está indo para a HBO fazer parte de Real Sports with Bryant Gumbel e desenvolver conteúdo para o grupo. Soledad e sua produtora Starfish Media Group assinaram um first look deal para projetos de ficção e programas de grade.

Jennifer Garner assinou com a Warner um development deal de 2 anos, para desenvolver projetos de cinema e TV através de sua companhia Vandalia Films  

BBC America
 e BBC Two desenvolvendo uma nova superprodução dedicada a examinar o culto a ficção científica. My God, It’s Full of Stars: A Journey to the Edge of Science Fiction (wt) será um docu-series em 4 episódios. Em produção.
Acredito que já está no radar de vocês, The White Queen, a co-produção da BBC e Starz. As críticas são positivas e estréia. Na Inglaterra fez bons números: mais 5 milhões da estréia. 

Starz aprovou a produção de Power, um drama produzido por Curtis “50 Cent” Jackson e criado por uma das roteiristas de Good Wife e Hawaii 5-0Courtney Kemp Agboh, que também servirá de showrunner. Power conta a história de James “Ghost” St. Patrick, um milionário dono de um nightclub em NY que quer construir um império e entrar na lista da Fortune 500. O único problema é que ele leva uma vida dupla: nas horas vagas, “Ghost”  comanda uma rede de tráfico de drogas tremendamente lucrativa que atende a elite novaiorquina.

O canal hispânico da Discovery (Discovery Familia)  vai exibir uma série originalmente produzida como web series para o Yahoo. Bumps, Babies & Beyond já tinha sido comprada pela Discovery pelos seus canais na Europa. A produção é de Yahoo Studios, que também a animação de Tom Hanks, Electric City, lançada há um ano. Yahoo mensalmente alcança 712 milhões de pessoas no mundo.

Estréia em Julho, produzido pela Discovery, o docu-series City Girl Diaries no Style sobre cinco lindas amigas de 30 e poucos anos e seu fascinante dia a dia de estilo em Nova York.

O novo reality do LifetimeSupermarket Superstar, será apresentado pela namorada de George Clooney, Stacy Keibler e estréia dia 22 de Julho. A competição dá a chance do americano comum mostrar ao resto do país que eles tem o próximo grande produto que todos vão desejar. A produção é da Weinstein Company e All3Media America.

OUTROS

Artigo interessante: A televisão está com excesso de séries boas:  http://www.multichannel.com/content/are-there-too-many-good-shows-tv/143785

E pós-NCTA, a análise do Hollywood Reporter sobre o que programadoras devem fazer para segurar assinantes.
http://rewired.hollywoodreporter.com/news/cable-tvs-bold-play-buy-567744

Uma pesquisa recente sobre o uso de redes sociais e televisão:

O Council for Research Excellence Council for Research Excellence (e seu comitê na área de redes sociais) mais o Keller Fay Group entrevistaram mais de 1,700 adultos entre 18 e 54 anos  e concluíram que redes sociais são mais eficazes quando promovendo novos programas na TV ao invés do que já está no ar, Outras conclusões da pesquisa:

  • Only 12 percent of respondents used social media one or more times per day concerning TV, but that figure jumped to 37 percent when the time period was extended to one or more times weekly.
  • Only 1.5 percent of respondents were drawn to existing TV shows by social media, but that figure jumped to 6 percent for new shows.
  • When examined by genre, science-fiction, sports, talk, and news were strong overall, while reality shows performed better while people were actually watching the shows, and comedy shows garnered more reaction after viewing them.
  • The CRE and Keller Fay Group described respondents most actively involved in TV-related social media usage as “super connectors,” and said that group represents 12 percent of the public and skewed younger and more female, and it was not represented well among respondents 45 and older.
  • Those super connectors were two to three times more likely to interact with social media related to TV as the average population was.
  • Hispanics are also more active than the general population, as they were 50 percent more likely to interact with social media related to TV.
  • Smartphones and tablets boosted social media interaction, helping to double it during on-demand and online viewing.
  • Social media was used to discuss TV shows even when respondents were watching those shows with other people.

Outra pesquisa publicada pelo Deadline, comprova que a nova geração não vai assistir a TV paga da mesma maneira que nós.

 Pivot — Participant Media’s cable network that launches August — released the first of what says will be an annual industry report about how millennials consume TV content. The study looked at “broadbanders” (aka “cord cutters” or “nevers”), those who do not currently subscribe to pay TV services but have broadband/Internet access and watch TV programming, and “cross-platformers” (aka “strayers”), subscribers who have both broadband and Pay TV. Among the key findings: 13% of 18-34 year olds (8.6 million) who already have broadband service are committed to a broadband-only existence, a much higher percentage than in previous reports. In addition, many cross-platformers are looking to stray from the “pay-TV ecosystem” (17.9 million 18-34s, as well as 32 million 18-49s). But the report also indicates that 7% of at-risk cross-platformers would consider keeping their pay TV subscriptions if offered programming streamed live and on demand anywhere/everywhere, and 58% of broadbanders would consider subscribing to TV for a bundle of networks from their broadband provider, streamed live and on demand. Not surprisingly, 92% of respondents ages 18-34 want VOD streamed everywhere and anywhere and 94% would feel more positively about networks that offer VOD streamed everywhere.Here are some other results of the Pivot study:
• 86% want live streaming TV everywhere;
• 91% would feel more positively about networks that offer live streaming TV everywhere;
• 89% of cross-platformers are more likely to keep their cable, satellite, or telco TV subscription if they were offered TV networks/channels that provided VOD streamed everywhere;
• 85% of cross-platformers are more likely to keep their cable, satellite, or telco TV subscription if they were offered TV networks/channels that provided Live streaming TV everywhere;
• 87% of at-risk cross-platformers would consider keeping their pay TV subscriptions if offered programming streamed live and on demand anywhere/everywhere;
• 55% of loyal cross-platformers intend to keep pay TV primarily because they like the option of watching live TV;
• 44% of pay-TV-craving broadbanders miss their favorite live shows, while only 19% say they miss live sports;
• 31% of broadbanders miss watching live TV as an option;
• 58% of broadbanders say they are likely to subscribe to a bundle of TV networks from their ISP if offered; and
• 51% of broadbanders and 85% of potentially straying cross-platformers say they would consider paying as much as $20 per month for such a bundle.
The study, led by Karen Ramspacher, Pivot’s SVP Research and Insights, and conducted by Miner & Co. Studio in association with Beagle Insight.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s