9 de setembro

1. NA TV

Amanhã o Today Show (NBC) estréia cenário novo e pacote gráfico novo, com o logo todo dourado. Há um palco giratório e os apresentadores agora podem se voltar para fora (e ver o povo que fica na janela no Rockfeller Plaza). Também lançam um novo quadro, Orange Room, com Carson Daly (ex-MTV, atual The Voice). O clima foi de antecipação a semana toda. No GMA (ABC), uma manhã de bonecos do Sesame Street (sexta), Lady Gaga vestida de Dorothy  (segunda) e mais frivolidades durante a semana.

Gaga também esteve ao vivo no Bravo na quarta, Watch What Happens Live. Ela ao menos se esforça, aparecendo em tudo que pode potencializar seu sucesso (gays são grandes consumidores de Gaga, estão no GMA, amam o Mágico de Oz e são publico fiel do Bravo) mas os downloads e vendas de seu single ainda correspondem nem à metade do que vem fazendo Katy Perry, com a ótima Roar.

Arsenio Hall voltou ao late night na CBS, com um programa muito semelhante ao que fazia 20 anos atrás. Sua audiência de estréia foi muito bem, no segundo dia caiu e no terceiro, voltou a subir. Nos EUA isso é bom sinal. Fez 1.9 na estréia  e na quinta Arsenio trouxe de volta Magic Johnson (também 22 anos depois de sua entrevista icônica quando disse ter AIDS em 1991)

Jenny McCarthy, ex-coelhinha da Playboy, musa da medicina alternativa e ex- de Jim Carey, estreou no The View na segunda. Ela se junta à Whoopi Goldberg, Barbara Walters e Sheri Shepherd. Teve uma estréia morna, não disse nada de especial e trouxe o namorado atual Donnie Wahlberg.
Durante a semana, Barbara Walters também negou que Katie Couric estaria tomando seu lugar no The View (assim como já negou sua saída do programa e a saída de Elisabeth Hasselbeck, que começa na Fox amanhã de manhã)
Se me perguntam a opinião, o melhor da manhã cotninua sendo Live with Kelly and Michael, com uma ou duas entrevistas diárias com gente que está no ar/em cena/no jornal e apresentado por duas pessoas hilárias. Foi o primeiro aniversário de Michael Straham no ar esta semana e eles fizeram um programa comemorativo, com melhores momentos e erros. Gravei, levo.
NBC estreou o Million Second Quiz com Ryan Seacrest ao vivo por seis noites da semana. Não está dando audiência e só vai prejudicar Ryan.

2. NOTICIAS

A Warner ganhou os direitos de distribuição da adaptação que a BBC está produzindo do novo bestseller (adulto) de JKRowling, The Casual Vacancy. No ar em 2014, conta a história que se passa por trás de uma indílica vila inglesa, que quando se olha de perto, tem conflitos de classes sociais, conflitos entre pais e filhos, casais e professores e alunos.

CBS renovou com Amazon o direito de streaming  seu sucesso do verão, Under the Dome.  Under the Dome está disponível no Amazon Prime Instant Video depois de apenas 4 dias de exibição no ar.  CBS também renovou Big Brother para um 16ª temporada.

Dois roteiristas novatos (Jim Mahoney and Zach Lewis), querendo chamar atenção de um novo projeto de TV, lançaram esta semana um curta debochando da HBO. É muito engraçado e conseguiu exatamente o que eles queriam: virou um hit e eles passaram a ser notados a tal ponto que até o CEO da HBO, Richard Piepler, comentou o filme, dizendo que riu muito.  Os dois diretores/autores já tinham alguns curtas em Funny or Die, incluindo o de Anne Hathaway em busca de seu Oscar.

Inacreditavelmente, Terra Puritânia ainda fala do assunto: Miley Cyrus na MTV.  O site The Smoking Gun revelou as reclamações feitas ao FCC sobre a apresentação de Miley na MTV, comparando-a ao “acidente de figurino de Janet Jackson no Super Bowl de 2004, que terminou numa multa à CBS de 550 mil dólares. As reclamações desta vez são de “obscenidade” e “indecência”, mas o FCC não pode fazer nada porque MTV é um canal a cabo.

E para quem gosta — como mudaram as coisas — o Fall Preview de televisão da Entertainment Weekly desta semana traz um encarte destacável de papel bem chic com o calendário de estréias na TV. É a primeira vez. Nem calaendário de cinema ganha mais encarte assim….

Esta semana, numa conferência de marketing patrocinada pelo PromaxBDA,  os executivos da ABC e A&E revelaram dois truques de audiência: twitter. Que Scandal (ABC, criado por Shonda Rhimes) e Duck Dinasty *reality do A&E)  são sucessos por aqui ninguém duvida. Mas ambas começaram mal de audiência e não empolgaram a imprensa logo que estrearam. Até que conseguiram dominar o Twitter. Scandal estréia no próximo dia 3 e já é uma das séries mais esperadas. Duck Dinasty criou gíria e catapultou os barbudos até para a semana de moda em NYC. A expectativa em torno de Scandal no twitter estes dias é tão grande que os fãs já estão dizendo que vão deixar o DVR de lado e assistir o programa em tempo real. Qual o segredo de ABC e twitter? Primeiro passo, fazer com que o elenco inteiro se disponha a estar presente nas mídias sociais. Segundo passo, tratar os fãs da série como verdadeiros “parceiros de marketing”. Terceiro passo, ter liberdade para fazer isso dentro do ambiente corporativo.  Já A&E, além do cast de Duck Dinasty no twitter e o canal posicionando o programa como comédia, eles  tem uma equipe de 8 apenas dedicada às redes sociais.

As redes abertas continuam discutindo a necessidade de uma nova ferramenta para se medir audiência. Executivos da CBS, NBC, ABC e Fox se reuniram no lot da Fox na segunda para discutir como vão encarar a temporada que começa esta semana. Com audiência cada vez maior online e em VOD, os quatro (Big Four) precisam achar outra maneira de determinar o sucesso ou fracasso de um programa (que não a medição de audiência do Nielsen, logo apos o programa vai ao ar). Eles também admitiram que a audiência em geral este ano será mais baixa, já que há tantas formas de assistir a programação hoje em dia.

A preocupação das redes de TV em achar novas formas de medir audiência só está acentuando as falhas das relações redes-anunciantes (porque aqui o anunciante determina o preço de seu anuncio de acordo com a audiência durante os sweeps). As redes cada mais mais reconhecem a importância da web, VOD e DVR, mas os anunciantes continuam a dar peso maior à audiência overnight.Com tanta série boa e filmes às vezes antes do que no cinema, claro que o VOD ganhou popularidade nos EUA. Disponível em 60% dos lares O gráfico aí de baixo mostra mais ou menos o gênero de programação preferida. 52% prefere usar VOD para filmes, 30% é catch up nos dramas e o resto diminui em relação à exibição linear. Enquanto isso, os DVRs (digital video recorders) estão em 50% dos lares, de acordo com Nielsen. Talvez por isso o VOD esteja crescendo em popularidade.

3. DEVELOPMENT

A produtora de Downton Abbey, Carnival Films, vai continuar investindo no drama de época (do início do século 20), desta vez focando na vida de Winston Churchill.  Carnival Films, que é parte da NBCUniversal, está desenvolvendo uma série baseada em um livro chamado Young Titan, que conta o início da carreira de Churchill (1901 a 1915), no auge do militarismo inglês.   A série vai ao ar primeiro no Reino Unido, depois para os EUA em 2014.

O popular comediante irlandês Dylan Moran assinou com ABC. Ele deve escrever, dirigir e protagonizar um piloto de meia hora para ABC Studios, que pode ser a estréia do irlandês por aqui. Ele começa sua turnê de stand up em algumas semanas. Dylan Moran é co-autor da série do Channel 4 Black Books.

Ben Affleck também está voltando para a TV. Em parceria com Glenn Gordon Caron, ele vai produzir/dirigir/escrever The Middle Man, um crime drama series para a Fox. A série deve ser um clássica história de detetives em Boston, ambientada nos anos 60, com um detetive do FBI perseguindo um italiano da máfia (com ajuda de seu informante irlandês Mickey Flood). Glenn Caron deve ser o show-runner e a produção da companhia de Affleck (que não fazia TV desde Push, Nevada e o docu series Project Greenlight.

Outro drama histórico em desenvolvimento na ABC: o que aconteceria se os EUA não tivessem ficado independentes? A história pretende mostrar a alternativa das 13 colônias americanas se tivessem perdido a Revolutionary War de 1775-83.  O título é The Thirteen e a produção é da Lionsgate TV (que aliás também está desenvolvendo uma sequencia para American Psycho para o FX).

4. US HISPANIC

Este encontro acontece todo mês de Outubro. É uma boa lista de quem é quem no mercado hispânico. Mas vejo que os speakers não são muito seniors e saíram na maioria da América Latina. http://hispanictvsummit.com/speakers-2

Total dança das cadeiras na administração  senior de Univision. Cesar Conde, presidente da Univision desde 2009, deixa o cargo para ir para competição, NBCUniversal ser um EVP de business development (deve ser uma posição temporária, mas não envolve a Telemundo) Randy Falco, seu ex-chefe na Univision (e que também já foi da Telemundo) vai supervisionar diretamente três posições de liderança: Alberto Ciurana, Presidente de Programação e Conteúdo, Isaac Lee, de Jornalismo, e Juan Carlos Rodriguez, Esportes.
(E uma curiosidade, Paulo Barata tem novo chefe, Kevin MacLellan, o novo Chairman de NBCU International. MacLellan se muda para Londres e vai ficar responsavel por toda operacao internacional, incluindo produção, distribuição e operações).