semana de 15 de setembro

1. NA TV

Na segunda, Fox estreou The Legend of Sleepy Hollow, um clássico da literatura americana, que foi muito  bem (3.5/10MM live e 5.0/13MM quando adiciona-se o DVR, ). É uma adaptação meio thriller, meio sci-fi que ficou divertida. Tem reprise às sextas e vai fazer dobradinha com a nova de JJ Abrams, Almost Human.

Na terça foi a vez do (ótimo) Brooklyn Nine-Nine, que já havia pré-estreado em Agosto e repetiu no sábado. Também estrearam na terça Mindy Calling, New Girl e a controversa Dads, de Seth McFarlane. É a única rede com comédias na terça. Dads fez 5MM e Brooklyn Nine-Nine 6MM, bem (vai crescer). Depois que terminar The Voice, pode ser que seja a melhor noite.

Na quarta Duck Dinasty no A&E ganha fácil sempre. Com 4 pontos de audiência, está fazendo média de 9MM.

Depois do tiroteio no prédio da marinha, a CNN imediatamente derrubou sua programação (claro), mas como sempre exagera na dose e Jon Stewart não perdoa, este clip do Daily Show vai se tornar um clássico do jornalismo:  Wrongnado. A melhor frase: “quando podemos tirar conclusões iniciais”? http://www.thedailyshow.com/watch/tue-september-17-2013/wrongnado—cnn

2. NOTICIAS


Chegou a hora do juízo final para  Walter White e Dexter MorganDexter se vai hoje e Walter White no domingo que vem. E quem precisa de Netflix para binge-watch? AMC vai mostrar todos os episódios de Breaking Bad numa maratona de 5 dias das 8 da noite do dia 25 até a noite do dia 28 e o finale no dia 29. No talk-show que segue o episódio de domingo, Talking Bad, Vince Gillian, Aaron Paul, Jesse Plemmons, RJ Mitte, Giancarlo Esposito, Jonathan Banks e Jimmy Kimmel.
Este finale vem sendo antecipado há mais de um ano e o trabalho de marketing foi simplesmente impecável. A série também ficou melhor, “já ganhou” o Emmy, impossível não dar certo. O último episódio terá 75 minutos.

Só para complicar mais a vida, hoje também tem Emmys na CBS e Boardwalk Empire na HBO. E a partir de amanhã, não tem como não sair da frente da TV: logo na segunda  dois melhores dramas batem de frente, Blacklist (NBC) e Hostages (CBS); na terça, os novos são Agentes of SHIELD (ABC), The Goldbergs, Trophy Wife Lucky 7; na quarta,  Back in The Game (ABC) e Joel McHale estréia na Esquire, na quinta, Crazy Ones (CBS) e Michael J Fox (NBC), na sexta Master Chef Junior (FOX) e no domingo que vem, nada menos que 14 ótimas estréias (e o famigerado último episódio de Breaking Bad).

AMC vai fazer o mesmo que fez com Breaking Bad com a última temporada de Mad Men: dividí-la em 2. Serão 7 episódios em 2014, numa mini-temporada que vai se chamar “The Beginning” e 7 episódios que estréiam na primavera de 2015, “The End of an Era”.

James Spader volta à TV amanhã como Raymond “Red” Reddington em The Blacklist(NBC), a lista negra do FBI. Para promover a série , a NBC lançou um game para second screen, Are You On The Black List?, onde o participante conhece Reddington e a lista negra (com material em vídeo do programa). A rede criminosa é tão grande que vários perfis de Facebook são pistas do próximo nome da lista. E com a investigadora “Liz” revelando “detalhes” sobre você e seus amigos,  para limpar seu nome, você precisa se conectar (via Facebook) para saber se realmente tem alguma ligação com a “lista negra”.

Nielsen vai anunciar esta semana que a partir de Setembro medirá audiência de programação vista em aparelhos móveis e adicionar estes números aos totais de cada programa.

NBCUniversal e Lexus estão testando uma iniciativa no late night que é à prova de DVR: anúncios improvisados por comediantes ao vivo.  A experiência vai durar quatro semanas , chama-se “It’s Your Move After Dark” e visa vender o novo Lexus IS. Estréia no Late Night With Jimmy Fallon, exibido às 00:35. Cada quinta feira um comediante vai pedir sugestões de promo à audiência no primeiro break, usando hashtag Lexus IS no Twitter, Facebook, Instagram e Tumblr. Durante o programa, o comediante escolhe o conteúdo e faz o promo ao vivo imediatamente após o último break. Costa leste e oeste vão ver promos diferentes.

 

3. DEVELOPMENT

 

FOX desenvolvendo um show de mágica com JB Benn. Eles sempre funcionam….

NBC desenvolvendo uma miniserie sobre a Johnny Carson baseada em um livro sobre sua vida, Carson the Magnificent: An Intimate Portrait. A minisérie vai mostrar a infância  e os 30 anos de carreira como apresentador do The Tonight Show.

Jay Roach e Jerry Weintraub desenvolvendo uma comédia de humor negro para HBO chamada The Brink. O roteiro é dos irmãos Kim e Robert Benabib e a história é centrada numa crise geopolítica e seus efeitos desesperadores em três homens americanos: o Secretário de Estado Walter Hollander, o Diplomata Alex Coppins, e o piloto da marinha Zeke Callahan. Os três estão comprometidos na crise e precisam administrar o caos à sua volta para evitar a Terceira Guerra Mundial.

Mais comédias em desenvolvimento (todas single-camera):

ABC desenvolvendo Bagel Nation, da canadense Sheri Elwood (de Call Me Fitz), sobre uma família libanesa que se muda para a cidade grande e abre uma jewish deli. Será produzida por Jerry Bruckheimer/Warner.  Jon Hamburg (de Meet the Parents) vendeu uma comédia para CBS chamada Good Session, sobre um casal em terapia de casais, desde seu primeiro encontro até o presente quando precisam decidir se tem um filho ou não. Também produzida pela Warner.
Ben Queen  Rashida Jones e Will McCormack escrevendo um piloto para a NBC chamado A to Z, uma comédia romantica sobre um casal, desde o primeiro encontro até a separaçao ao longo de uma temporada. ABC comprou uma comédia de Paul Scheer (SUV), sendo produzida pela Sony, sobre um casal tentando manter seu relacionamento enquando tem de lidar com várias combinações de pais, o conjuge e os filhos. Já a NBC contratou Ken Jeong, que além de ator é médico, para escrever e estrelar uma comédia médica baseada em sua vida antes da televisão. Dr. Ken. É a única desta lista que é multi-camera.
(já deu para ver que o LA Screenings do ano que vem vai ser BEM repetitivo não?)

4. US HISPANIC

Ben Silverman está sabendo aproveitar bem o crescimento do mercado hispanico. Além da telenovela venezuelana que está adaptando para o mercado americano, assinou com a produtora de Sofia Vergara, Latin World Entertainment, para desevolver uma comédia sobre imigração, um dos tópicos mais importantes para os hispanos neste país. Speak American será show-runned pelo criador de Royal Pains, Andrew Lenchewski, produzida pela Universal (onde Ben Silverman tem contrato) e exibida pela Fox. Eles também estreitaram a parceria no seu canal de YouTube,  NuevOn.

Televisa anunciou esta semana um projeto pró-social importante que visa ajudar crianças hispanas nos EUA na escola e universidade: criou uma fundação (com base nos EUA), Televisa Foundation, que vai utilizar seus mais personagens mais populares e elenco de novelas para promover educação e alfabetização em espanhol e inglês nos EUA.

(ps: é a maneira de “dar certo” no mercado hispânico dos EUA: ter um elenco popular e relevante para este mercado. E minha conclusão recente: cada vez mais, que seja na costa oeste–California)

NBCUniversal contratou a executiva Marlene Sanchez Dooner para desenvolver novos negócios no mercado hispânico. Sanchez Dooner, que veio da área de finanças e relações com investidores da Comcast, será VP para Hispanic enterprises e conteúdo, procurando desenvolver novas oportunidades para mun2 e Telemundo. Vai reportar ao CEO, Joe Uva.