semana de 3 de agosto

1. NA TV

Começam as cerimônias de prêmios de verão e que geralmente dão uma levantada nos números.  ABC deu uma melhorada na sua audiência com a exibição do CMA Music Festival, que fez 1.9 rating, mais de 7 milhões, na terça. Hoje tem Teen Choice Awards na Fox (em três semanas VMAs e Emmys) Enquanto isso, na TV a cabo, os realities ganharam de segunda a quarta (WWE na segunda, Deadliest Catch na terça, Duck Dinasty na quarta) e uma estréia controversa, Black Jesus, no Cartoon, durante seu Adult Swim, fganhou a quinta (2 milhões). A comédia do FX, Partners, estreou bem na segunda, com 1.2milhões,  a estréia da quarta temporada de Hell on Wheels no AMC no sábado foi excelente: 3.6 milhões; e uma estréia “diferente” no Showtime na quinta, 7 Deadly Sins, um docu-series curtos sobre os pecados capitais. Bem feito, mas com cara de filler.

Na quinta, houve a estréia de Extreme Guide to Parenting (Bravo). O programa é bom, um reality que foca em uma ou duas famílias por ep fazendo o melhor para formar os filhos. Ainda não vi números de audiência, mas este site também serve de fonta de informação para audiência do Bravohttp://bravoratings.com/2014/06/25/extreme-guide-to-parenting-premiere/
 

Na segunda, o elenco inteiro de Orange is the New Black esteve pela primeira vez juntos em um late-night show. Foi no Conan (TBS), que não economizou na produção e criou peças originais para o acontecimento: um cold open com a personagem de Laverne Cox e uma abertura alternativa para  OITNBhttps://www.youtube.com/watch?v=uZm2lxu39Rw  E o cold open: https://www.youtube.com/watch?v=g_LIOPqbNhU#t=44

Os dramas novos da CBS melhoram muito a audiência quando são computados os números de Live+7 Playback. Under the Dome sobe 68% entre A18-49, para 3.2 de rating, enquanto Extant sobe 53%, chegando a 2.3 rating entre A18-49. Fox também agradece aos números do Live+7 de 24: Live Another Day, que aumentar em 45% os números do finale em 14 de Julho.

OWN promovendo uma estréia curiosa em Setembro, The Specials, um docu-series de 13 episódios sobre excepcionais que moram na mesma casa. A série foi feita em 4 anos e conta a história de 5 amigos entre 19 e 23 anos morando juntos em Brighton na Inglaterra.  http://www.oprah.com/presentedbyown/The-Specials-Premieres-on-OWN  E o canal vai estrear todos os episódios juntos no dia 7/7 em uma maratona. DB Weiss, de Game of Thrones é dos produtores, bem como Carolyn Strauss, ex-president de entretenimento da HBO e Rosie O’Donnell.

Comercial de Shakira+Activia agora é o mais visto no YouTube, ultrapassando o clássico “The Force” da Volkswagen (o do mini- Darth Vader). E nesta analise do Ad Age, o que eles dizem, é que aliar um clipe de música a uma marca é a maneira mais garantida de aumentar o número de impressões/acessos. http://www.adweek.com/adfreak/see-ad-just-eclipsed-volkswagens-force-most-shared-all-time-159297

2.  NOTICIAS

Além da horda de programas e sites sobre relacionamentos — aliás os mini-docs do Vice que acompanham Satisfaction no USA são ótimos — o Bravo quebra a quarta parede com o reality que estréia esta semana. Eles estão apostando em vídeos online e mídias sociais para promover The Singles Projectpermitindo que a audiência interaja com o elenco durante e depois do programa. Alguns segmentos interativos incluem, “A Manhã Seguinte” com Q&A via Twitter; “flerte de 15 seg”, onde fãs podem postar seus próprios vídeo, naturalmente com flertes.

NBC
 renovou Welcome to Sweden para uma segunda temporada de 10 episódios (tem feito média de 2.9 milhões). E! renovou o docu-series que mostra cirurgias plásticas que deram errado: Botched (que está fazendo média de 1.54 milhões no domingo à noite).  Intervention, que tinha sido cancelado no ano passado depois de 13 anos pelo A&E,  ressuscitou no Lifetime Movies (LMN),  que vai produzir mais  15 episódios.

Netflix anunciou esta semana que eles ultrapassaram HBO no faturamento vindo de assinantes no último trimestre, $1.15 bilhões, contra os $1.14 bilhões da HBO. O CEO Reed Hastings postou a noticia no Facebook, mas de forma elegante “estamos fazendo progresso. HBO arrasa com a gente ainda no faturamente total e vão arradar nos Emmys, mas estamos honrados de estar na mesma categoria“. Ainda sobre Netflix, o Variety também publicou esta semana uma pesquisa do Centris Marketing Science que indica que quase metade dos assinantes do Netflix não assistem suas séries originais, como Orange is the New Black e House of Cards. 44% nunca viram OINTB e 31% nunca viram House of Cards. 90% já ouviram falar, mas isso não quer dizer que assistiram… E como a Netflix notoriamente se recusa em revelar seus números, pode ser que estes sucessos não sejam tão arrebatadores assim, não que vá fazer alguma diferença.
Inline image 1
History está abrangendo seu alcance e direciona sua atenção também para crianças. Nasceu Planet H, uma divisão do History onde crianças de 7 a 11 anos. podem aprender brincando. Os primeiros dois games de Planet H são: “Empire Run” e “Frontier Heroes,” criados em parceria com a RED Games. $2.99 cada.

3. DEVELOPMENT

O braço de produção de documentários do A+E Studios está adaptando a história do jornalista (vencedor do Pullitzer Prize) Ron Suskind na formação de seu filho autista. Life, Animated conta a história verídica de Owen Suskind,que depois de anos sem falar, memorizou centenas de cenas de filmes animados da Disney e os usa para se comunicar.  A familia de Owen tambem aprendeu a se comunicar com ele através da linguagem Disney.

Saiu o anúncio do primeiro piloto para a CBS: Austen’s Razor, que será desenvolvido pela Legendary Television, que também fechou outro piloto com o USA, The Colony. Austen’s Razor conta a história inspirada em Arthur L. Caplan, uma autoridade em bioética que trabalha para um centro médico em NY (NYU Langone Medical Center) e é consultor para empresas internacionais. Na série, um bioeticista brilhante é chamado para resolver uma crise médica complicadíssima.

Lifetime desenvolvendo mais um biopic de estrela de cinema que teve sua carreira encerrada muito cedo, o ícone Marilyn Monroe. O filme vai se chamar, claro, Marilyn, virá dos mesmo produtores deThe Kennedys e será baseado no livro The Secret Life of Marilyn Monroe by J. Randy Taraborrelli.  Marilyn é o quarto filme sobre estrelas que morreram ceda: The Anna Nicole Story, já exibido, e dois em produção, Aaliyah Whitney Houston.

Depois de Revenge e Avenida Brasil, Spike TV está desenvolvendo a sua versão do classico de Alexandre Dumas, O Conde de Monte Cristo. A série vai se passar nos dias de hoje, ter um twist político e muita ação. Deve ser uma minissérie ou história fechada de poucos episódios e está sendo desenvolvida por Josh Maurer, que também desenvolve O Ultimo Magnata, de Scott Fitzgerald para a HBO, com a Sony produzindo.

O casal de roteiristas Hunter Covington (de It’s Always Sunny, My Name Is Earl) e  Stacy Traub (de Glee, Notes From The Underbelly) estão desenvolvendo uma comédia romântica multi-camera para ABC com a rapper Eve. A comédia é inspirada na vida dela, contando a história de uma mulher bem sucedida que vê sua vida virada de cabeça pra baixo quando ela se apaixona por um home não tão bem sucedido quanto ela e com três filhos. Eve (cujo nome verdadeiro é Eve Jeffers) casou-se recentemente com o corredor de carros Maximillion Cooper, que tem quatro filhos (da ex-mulher).

4. OUTROS

Mashable fez um bom vídeo sobre o Estados das Coisas em relação ao excesso de mídia, já que o americano consome 13,5 horas de mídia por dia: 

Alguns gráficos da Nielsen sobre como as mídias sociais, social TV, estão trazendo novos fãs aos programas (segunda tela), em especial hispânicos: http://www.nielsen.com/us/en/insights/news/2014/living-social-how-second-screens-are-helping-tv-make-fans.html
Uma boa análise sobre unbundling das TVs a cabo, com a probabilidade de se tornarem exclusivamente OTT:

http://gigaom.com/2014/08/05/surprise-tv-networks-are-already-unbundling-from-cable/

Leitura interessante do site de pesquisa fivethirtyeight sobre qual a melhor idade para ser feliz?
http://fivethirtyeight.com/datalab/best-age-friends-happiness-popularity-fake-research/