semana de 29 de setembro

NA TV

Big Bang Theoryfoi a audiência mais alta da noite de segunda-feira com 16 milhões (na primeira exibição do episódio, somando outros 12 milhões na reprise do mesmo episódio). The Voice ficou em segundo lugar, com quase 13 milhões. Blacklist (NBC) e Castle na ABC empataram às 10 da noite com pouco mais de 10 milhões cada.  Gotham caiu eScorpion ganhou sua faixa de horário (CBS).

A audiência baixa de Utopia (0.8 nas duas semanas de exibição) obrigou a Fox a tirar o programa da terça, deixando apenas uma exibição na semana (sexta). No seu lugar entra Master Chef Junior.As comédias da ABC estrearam bem modestamente (Selfie e Manhattan Love Story) e Sons of Anarchy (FX) continua liderando a TV a cabo.

ABC ganhou a quarta, com Modern Family, mas seu lead-out (programa que vem logo a seguir), Black-Ish, não segurou os números da estreia. Red Band Society na Fox caiu de novo.

No TGIT da ABC e Shondaland, quinta foi dia de escândalo (literalmente): Cyrus, que faz o chefe de gabinete em Scandal, teve cenas fortes com um “profissional do sexo” e o debate no dia seguinte foi inevitável, tanto pela cena gay às 9 da noite quanto pela idade da personagem. Audiência de Scandal e How To Get Away With Murder se mantendo alta na segunda semana.

O instituto de pesquisa Nielsen publicou os resultados de audiência da primeira semana da temporada de TV (a anterior a esta, computando os Live + 3 e DVR) e os mais altos foram:  o crossover Simpson’s e Family Guy de uma hora de duração, Big Bang Theory, football, How to Get Away With Murder, Scorpion NCIS. A lista é complexa e longa, se alguém se interessar: http://variety.com/2014/tv/news/foxs-family-guy-crossover-with-simpsons-tops-premiere-week-in-several-demos-1201320438/
No late night, Tonight Show está tranquilo na primeira posição, com media de 1.3 milhões no target 18-49, 15% a mais que no ano passado, e total de 3.8 milhões, 5% a mais que no ano passado. Na ABC, Jimmy Kimmel tambem celebra um aumento de 19% em relação ao ano passado, com total de 2.8 milhões e 872 mil no target 18-49 (a quinta-feira depois de Scandal foi sua maior audiência até hoje 4.1 milhões).

Mas é Transparent (Amazon) que está sendo considerada a melhor estreia da temporada, as críticas são excelentes e pode definir/consolidar a entrada da Amazon no mercado de series, que repetiu a estratégia de lançamento da Netflix, disponibilizando todos os episódios de uma vez (diferente do que fizeram antes, com Alpha Dogs, quando lançaram um episodio por semana). Amazon continua a investir e apostar no seu time criativo, aprovando mais 5 pilotos.

Promovendo um dos mais esperados filmes do ano, Gone Girl, Ben Affleck fez o circuito de talk-shows e programas matutinos. Estes mais interessados em seu nu frontal, os da noite foram mais sérios. No Daily Show na terça foi muito engraçado: Ben Affleck acabou debochando de Jon Stewart por ele ter feito um filme sobre o Iran (Rosewater) depois que Ben já tinha feito o dele (Argo), Jon devolveu entregando o final de Gone Girl e Batmanhttp://thedailyshow.cc.com/videos/h7hzpu/ben-affleck.  Já no talk show de Bill Maher (HBO), foi sério e tenso entre o apresentador e Ben que não conseguiam concordar sobre muçulmanos: https://www.youtube.com/watch?v=XduMMteTEbc

 

NOTICIAS

 

O mercado publicitário concordou em desembolsar um pouco mais este ano, especialmente por anúncios exibidos durante Scandal e Blacklist,  mais caros 16% e 62% respectivamente. Um comercial durante Scandal agora custa $217 mil dólares ($186 mil em 2013) e durante Blacklist é $294 mil ($174 mil no ano passado). Outras séries com espaço comercial valorizado foram Sleepy Hollow na Fox ($188 mil, 40% mais alto que 2013), Law & Order SVU (492 mil, 27% mais alto que 2013) e Blue Bloods ($84 mil, aumento de 23%). Já Grey’s Anatomy, com a mudança para as 8 da noite, viu seu preço cair 24% e está valendo $158 mil.

Fusion comprou uma serie de especiais com assinatura Shawn Jay Z CarterJay Z’s Life +Times Presents. Serão programas de meia hora de conteúdo curado por Jay Z no mundo das artes, esporte, música, moda e cultura e a série começa com Where I’m From, documentários sobre a vida de alguns atletas e do próprio. http://lifeandtimes.com/

ABC Family, HBO e MTV são os canais mais abertos a conteúdo gay (LGBT), segundo o 8º relatório anual  do GLAAD de Indice de Responsabilidade na temporada de TV de 2013-14. As três redes ganharam nota “excelente”. NBC (com Chicago Fire, The Voice e o reality Hollywood Game Night)  foi a mais inclusiva: 37% de sua programação no prime time incluem imagens LGBT. Fox (com Glee e Brooklyn Nine-Nine) veio em segundo com  36%. Na TV a cabo, MTV (com  Awkward, Faking It e Wait Till Next Year,) empatou com  FX: 49% de sua programação em prime time tinham algo LGBT. A&E, History e TNT falharam, segundo o GLAAD,  com quase nada de LGBT.

As ações da CBS, Discovery, Liberty Media Viacom caíram para seu preço mais baixo em 52 semanas. O motivo foi a insegurança causada por fracos resultados da indústria americana em Setembro e a noticia do primeiro caso de Ebola nos Estados Unidos (e um câmera da NBC trabalhando na Liberia). Quem mais sofreu foi o Discovery com suas ações caindo de valor -3,9%. Depois vieram Viacom (-2,2%), Time Warner (-2,0%), Fox (-1,7%), a Disney (-1,7%), Comcast (-1,6%), Sony (-1,5%) e CBS (-1,3%).

CBS Corp  terá de pagar mais de 10 mihões de dólares para a viúva e filhos de um segurança que foi atropelado (e morto) no set de NCIS em Fevereiro de 2011. O segurança de  52 anos foi atropelado por uma caminhonete dirigida por um funcionario da CBS que perdeu o controle da direção enquanto transportava atores e equipe no set da série em Santa Clarita, CA.

Vice News, uma divisão da Vice que nasceu há poucos meses, fez uma parceria com Skype para stream vídeos ao vivo em seu canal de YouTube deles; podendo em breve virar um programa regular com hora marcada. A ideia é quebrar a quarta parede para que o espectador tenha acesso às histórias enquanto acontecem. Vice News tem 950 mil assinantes no You Tube.

Noticias sobre executivos:
Bob Iger renovou com a Disney e fica até 2018 (ganhando um bônus de 60 milhões). Elisabeth Murdoch, filha de Rupert Murdoch, vai deixar de ser chairman da Shine, produtora que ela fundou,  se a fusão do grupo com Endemol  e Core Media Group for adiante (e resultar na maior produtora independente do mundo). Também houve uma mudança nos canais a cabo da NBCUniversal: sai a presidente do E! (Suzanne Kolb,), entra Frances Berwick para chefiar uma nova divisão de conteúdo, a de canais lifestyle: Bravo, E!,Esquire Oxygen.

 

DESENVOLVIMENTO

 

Jennifer Garner está desenvolvendo para a Foxuma comédia sobre um casal recém casado que tem de abandonar a idéia de mudar para NY quando descobrem estar esperando um filho. Chama-se Half  Full. E com a boa vontade generalizada e excelentes críticas para a nova Jane The Virgin, série adaptada de uma novela venezuelana,Jennifer também vendeu outro projeto baseado em novela para o CWFirst Lady. A idéia original vem da novela chilena Primera Dama e vai tratar do assunto que mais interessa ao público hispânico hoje em dia, imigração: o que aconteceria se a presidente da república fosse uma imigrante ilegal?

TV Land anunciou a estréia da nova comédia de Darren Star, Younger, para 13 de Janeiro lançando o primeiro trailer esta semana: https://www.youtube.com/watch?v=FzKn_m3ARPo Em YoungerSutton Foster interpreta uma mãe de 40 anos recém separada que tenta voltar ao mercado de trabalho. Como não consegue, ela se repagina para aparentar 26 anos outra vez. Sua autoconfiança cresce e ela consegue um emprego de assistente, mas precisa manter o “segredo” sempre.

TV Land, aliás, aos poucos está transformando seu line up em comedias mais ousadas e sem plateia. Além de Younger,  estão em desenvolvimento outras duas séries single camera para 2015: Impastors e TeachersImpastors é sobre um malandro que, fugindo de um credor, se faz passar por um pastor gay numa cidadezinha do interior. Teachers é baseada em uma web série e conta a historia de 6 professores que estão bem longe de ser modelos de educação para seus alunos. Só três comedias multicamera permanecem no ar: Hot In Cleveland, seu spinoff The Soul Man e The Exes. https://www.youtube.com/watch?v=INcvvX13DYw

Netflix desenvolvendo uma animação baseada na história de King Kong para lançar em 2016. Serão 12 episódios de meia hora mais um filme. Esta versão será mais moderna, com o gorila lutando contra um robô do mal em 2050.

Enquanto a NBC prepara a sua versão musical de Peter Pan para Dezembro, outro projeto inspirado no clássico de J.M. Barrie entrou em desenvolvimento: Wendy and Peter, uma comédia romântica sobre uma mulher (Wendy) que está em busca do amor de um homem de verdade, mas acaba se apaixonando por um que não cresce nunca (Peter).

Dean Georgaris (de Lara Croft) e Mark Gordon (de Grey’s Anatomy e Ray Donovan) estão desenvolvendo um drama para ABC chamado Las Reinas.  A história se passa na divisão de Investigação Criminal de Miami, centrada em Alex De La Reina, uma mulher que rompeu com a família quando descobriu que eles estavam envolvidos com uma poderosa quadrilha.

Atriz que faz a Bernadette em Big Bang Theory, Melissa Rauch, está desenvolvendo com o marido If We’re Not Married by 30, uma comédia multicamera para a CBS com produção da Warner (imagino que isso tudo deve ter sido parte da recente negociação de contrato dos atores). A história é sobre um jovem que vem cobrar de sua melhor amiga na infância e que não vê há 10 anos um acordo que fizeram quando ainda eram crianças: casar.

 

OUTROS

Este sujeito ganha a vida escrevendo um blog sobre realities: http://www.fastcompany.com/3036462/inside-the-world-of-a-professional-tv-spoiler

Muito bom este promo do Canal + que mescla personagens de séries diferentes: http://vimeo.com/105001637

Este aplicativo funciona para roupas como o Shazaam funciona para a música: é só apontar para a TV e ele identifica o que está à venda e conecta o usuário com a loja que tiver o produto disponível. Chama-se Gandr.  Por exemplo, se alguém está vendo Pretty Little Liars, uma das primeiras parcerias do Gandr, vê um óculos escuros numa atriz  e quer ter um igual, é só apontar o celular para a TV na cena em que o óculos aparece, o aplicativo frisa a tela, mostrando as opções, e a nuvem conecta com todos os items a venda naquela cena.

Artigo interessante sobre mulheres no ambiente de trabalho:http://www.nytimes.com/2014/09/28/opinion/sunday/learning-to-love-criticism.html?smid=nytcore-iphone-share&smprod=nytcore-iphone