semana de 15 de novembro

1. NA TV

Com o acidente de Bono no domingo no Central Park, U2 teve de cancelar sua participação no Tonight Show com Jimmy Fallon esta semana. Bono estava andando de bicicleta, caiu ao tentar desviar de outra e teve fraturas sérias que o obrigaram a passar por duas cirurgias. A semana tinha sido toda planejada em cima de U2, Jimmy Fallon e sua produção tiveram de improvisar. Se saíram bem. Na segunda, com o discurso de que o “show não pode parar”, Jimmy fez uma paródia de “Desire”: https://www.youtube.com/watch?v=oANxjUgbVFQ#t=45  Durante a semana, Anthony Kiedis e Kid Rock aceitaram o convite de última hora. E na sexta, Fallon anunciou que um de seus quadros no Tonight Show vai virar programa de meia hora no Spike TV a partir de Abril: Lip Sync Battle. Serão 10 episódios com celebridades competindo para ver quem faz o melhor lip sync.

De qualquer maneira, o video viral mais popular da semana foi de Jimmy Kimmel, com celebridades lendo tweets horríveis a respeito deles: https://www.youtube.com/watch?v=LABGimhsEys

Na segunda, vimos a última estréia importante da temporada,  State of Affairs, com Katherine Heigl na NBC, que fez números decentes: 8.6 milhões. Na terça, finalmente NCISmostrou que ainda tem força e deu a CBS o primeiro lugar entre A18-49, com NCIS e NCIS New OrleansModern Family (Fox) também mostra que ainda tem força, com 10 milhões na quarta. Na quinta, os finales mid-season de TGIT (Thank God It’s Thursday)  já tinham o twitter enlouquecido desde às 8 da noite, resultado de uma campanha de marketing da ABC focada exclusivamente em mídias sociais com um  infalível “#quem-matou?” (#whokilledsam) em referência ao assassinato de How To Get Away With Murder, revelado na quinta. Em Scandal,  Kerry Washington e mais outros atores do elenco tuitavam “talk to me” desde cedo e ha hora do programa, Kerry fez uma introdução em vídeo dando a largada para o Twitter: “tuitem a partir de já!”. Scandal fez 10.1 e Murder.9.9. às 8, Big Bang fez 14. Quinta também foi dia de Latin Grammys ao vivo pela Univision, que fez média de 4.8 milhões, ficando hora em 2º e 3º no ranking da noite. E sexta foi dia de ABC outra vez, com Shark Tank liderando a noite.

Os números de Homeland estão crescendo nesta temporada e a média de audiência é de 5.6 milhões, 74% disso, alcançado pelo delay (DVR ou VOD). Já The Affair está fazendo média de 3.8 milhões, com 86% deste número sendo alcançado fora do horário ao vivo. Ambos estreiam aos domingos, o dia que Walking Dead (AMC) arrasa. Pela terceira semana consecutiva Walking Dead ganhou até do esporte,  com média de 9.2 milhões. 

Desde sexta, o Nat Geo está exibindo uma série sobre a história dos alimentos, Eat, The Story of Food. São 6 documentários de 1 hora, exibidos em três dias e sendo posicionados como “minissérie-evento”, como fazem  History HBO…  A série é boa, tem desde Nigella, Padma LakshmiJack TurnerMichael Pollan e Rachael Ray a historiadores e personalidades, Nos intervalos, PSAs (anúncios públicos) com Michelle Obama, Paul McCartney e outras celebridades. Há ainda um site exclusivo (chamado “food hub”) para baixar guias de alimentação saudável. 

2. NOTICIAS

Mais um drama no Today Show rendendo muito assunto fora do ar: o produtor executivo contratado para reformular o programa (e aumentar a audiência) foi demitido com menos de 3 meses no cargo depois que boatos sobre a saída de dois apresentadores chegaram à imprensa (a People chegou a noticiar que Willie Geist e Natalia Morales estavam indo para a ABC). Matt Lauer foi rápido em dar seu apoio aos dois e a presidente da NBC NewsDeborah Turness, divulgou uma nota desmentindo os boatos e garantindo que Willie GeistNatalie Morales não estão indo para lugar algum.

Segundo a Re/code, o CEO da Netflix, Reed Hastings, está convidando os presidentes de estúdios e de entretenimento de diversos canais e outros conglomerados de mídia para uma reunião de cúpula num resort em Utah em Dezembro. Ele quer discutir o futuro da televisão com seus colegas de profissão e seu Chief Content Officer, Ted Sarandos. Os convidados (como Les Moonves, da CBS e Richard Plepler, CEO da HBO, entre outros)  aparentemente vão ter acesso aos números de audiência da Netflix, notoriamente mantidos a sete chaves.

Netflix é responsável por 34.9% de todo tráfico de downstream em banda larga, segundo a medição de uma empresa especializada, Sandvine, que analisou os dados por um mês neste outono. A mesma empresa constatou um aumento de mais de 3% do ano passado para cá: em Setembro de 2013, este número era de 31.6%. Estes números da Netflixrepresentam mais que o dobro do que se usa para o YouTube, que tem um tráfico de 14% em períodos de pico (18.9% em 2013). Aliás, segundo o Wall Street Journal, o instituto de pesquisa Nielsen deve começar a medir resultados de “audiência” da Netflix Amazon a partir de Dezembro,  

Revlon está relançando a marca com seu primeiro tagline global, Love Is On. Mais do que uma campanha de marketing, a Revlon quer que esta seja uma oportunidade para as pessoas “se conectarem emocionalmente pelo mundo”. Desde terça, a marca tem presença em mídias sociais, billboard eletrônico em Times Square, site com message board interativo, comerciais e filmetes e comerciais com o clássico Addicted to Love como tema. As novas brand ambassadors são Halle Berry, Emma Stone e Olivia Wilde. 

O feminismo se tornou um termo problema nos últimos anos, mas com jovens celebridades como Emma Watson falando abertamente sobre a importância da ideologia, pode-se dizer que há um ressurgimento dele entre as novas gerações. Duas novas revistas tem tido destaque: Render,  “comida e feminismo trimestrais”, que pretende mudar a maneira como a mulher é vista pela mídia dedicada à culinária, e Model Behavior, criada por um artista de Chicago como resultado direto da popularidade de seu Tumblr Woman’s Day, que retrata como a mulher  era vista pela mídia.

3. DESENVOLVIMENTO

 

Fox vai fazer sua versão local do drama policial da BBC, Luther, exibido na Inglaterra desde 2010 com Idris Elba, que será produtor executivo na versão americana junto com a 20th Century Fox TV, Chernin Entertainment e a BBC. O outro drama inglês exibido pela Fox, Gracepoint, baeado em Broadchurch, está fazendo média de 3.5 milhões. Também nos planos da Fox, ainda importar outro sucesso, mas da Austrália e em comédia: Braunschlag.

Já o  FX está desenvolvendo Taboo, um drama que se passa em 1813 sobre um explorador que volta para a Inglaterra para vingar a morte do pai e acaba construindo seu próprio império de navegação. A produção é de Ridley Scott (Black Hawk Down, The Good Wife), que também está fazendo a versão inglesa com a BBC.

 Unbreakable Kimmy Schmidt, a série que estava sendo desenvolvida por Tina Fey & Robert Carlock para NBC não foi adiante lá, mas ganhou duas temporadas na Netflix, a primeira já para Março. Assim como fez com The Killing, Arrested Development e Longmire, a estratégia é aumentar inventário com fã-clube garantido e estabelecer relações com o estúdio (Universal TV continua como a produtora e esta será sua primeira série para Netflix).

Oxygen, que agora se posiciona como o canal feminino com o target mais jovem, anunciou o  desenvolvimento de quatro novos projetos : The Misty Copeland Project, um reality onde várias candidatas são treinadas pela primeira-bailarina do prestigiado American Ballet Theatre, Misty Copeland; um reality sobre meninas americanas morando em países que não usam o inglês, chamado Teaching EnglishSurvival of the Clickiest, um reality sobre o competitivo mundo de v-logging; e, por fim, uma comédia de não-ficção chamada Straight Up with a Twist, sobre debates acalorados de jovens durante o happy hour.

Depois do sucesso da série sobre os anos 60, a CNN está desenvolvendo com Tom Hanks e Mark Herzog 8 episódios da década seguinte, The Seventies. Segundo eles, o primeiro episódio será dedicado à televisão e a criação de novos hábitos, como o football de segunda à noite na ABC (hoje ESPN)  e o Saturday Night Live na NBC.

Em desenvolvimento para a Unvision por Simon Cowell, Saban e FremantleLa Banda quer encontrar a próxima grande boy band Latina. O casting começou online no site La Banda Oficial e no início de 2015 continua com eventos ao vivo (nos moldes de American Idol) pelos EUA e Puerto Rico. Estréia em Setembro na Univision.

4. OUTROS

Este artigo não tem nada de importante, mas mando só porque os americanos estão obcecados com Benedict Cumberbatch. Talvez porque George Clooney tenha se casado, não sei… é o novo “namoradinho-da-america”, Cumberbatch is the new black…. http://www.fastcompany.com/3038397/creative-conversations/benedict-cumberbatch-i-have-people-who-are-on-the-verge-of-a-nervous-