semana de 30 de novembro

1. NA TV

Não sei se tem chegado aí notícias sobre a discussão racial que está a ponto de explodir nos EUA, mas aqui, tem tomado conta de jornais, jornalísticos e talk shows o dia todo. Em menos de 10 dias, dois policiais brancos foram absolvidos de casos onde mataram jovens negros desarmados  O último caso então, Eric Garner, de NY, está documentado em vídeo tem causado manifestações públicas no país inteiro desde quarta feira.

Em sua 8ª edição, hoje tem CNN Heroes: An All-Star Tribute às 8 na CNN. Apresentado por Anderson Cooper CNN Heroes é um especial para a TV que anualmente premia 10 pessoas (comuns) pelo trabalho humanitário que fazem e que contribui para a melhoria de suas comunidades. O programa tem participação de Sheryl Crow, Benedict Cumberbatch, Christina Hendricks,Nick Jonas, Kathy Griffin, Kelly Ripa, Taye Diggs, Quvenzhané Wallis, Uzo Aduba, Rosie Perez e John Leguizamo.

Um finale importante no domingo passado: Walkind Dead (AMC)  fez 14.8 milhões (9.6 entre A18-49), 24% a mais que o da última temporada e oficialmente o drama de maior audiência na televisão atualmente. Espertamente, o AMC usou um bloco para estrear um novo teaser de Better Call Saul, onde vemos a volta de outra personagem, Mike. https://www.youtube.com/watch?v=ds4FZmVG908

Na quinta, o esperado Peter Pan Live na NBC não fez os mesmo números de Sound of Music do ano passado, mas deu a liderança da noite para NBC. Fez 9 milhões entre 18-49, 7 de share. O musical teve 3 horas de duração e foi absurdamente chato. Allison Williams cantou direitinho, mas Christopher Walken esquecia as falas, quase não abria os olhos, parecia entediadíssimo com sua maquiagem (e foi a alegria do Twitter).

Os matutinos estão tentando correr atrás de millenials com uma infinidade de “dicas” tecnológicas. O Today tem diariamente seu “Orange Room”, com Carson Daily (ex-MTV, atual The Voice) dando noticias sobre o twitter e you tube;  e esta semana o GMA estreou o Fast Speed, com noticias de You Tube, Snapchat e afins.

George Clooney está num promo beneficente de Downton Abbey  no ar na ITV.  Fã da série, ele atendeu o convite do ator Hugh Bonneville, aka Downton’s Lord Grantham, com quem trabalhou em Monument’s Men.

TV Land divulgou uma cena de Younger, a nova série de Darren Star (criador de Sex and the City) que estréia em Março: https://www.youtube.com/watch?v=m-sRRDudUR4&feature=youtu.be Younger continua sendo filmada (Williamsburg, Brooklyn), com Sutton Foster, Hilary Duff, Debi Mazar, Miriam Shor e Nico Tortorella.

Old Navy, uma das marcas da Gap, tem recebido bastante mídia gratuita nos últimos meses graças a um clip de volta às aulas, duas cabines gigantescas em Nova York e LA que transformavam selfies em portraits de balões https://www.youtube.com/watch?v=NILeNYgaLkk e seus novos e inteligentes comerciais  e comerciais inteligentes: no verão foram protagonizados por Amy Poehler e agora no inverno por Julia Louis Dreyfuss.

2. NOTICIAS

Na segunda, ABC News lançou o primeiro telejornal diário do Facebook.  Chama-se Facecast: The One Thing  e é apresentado pelo âncora do jornal da noite, David Muir. Cada edição tem 1 minuto e resume as principais notícias do dia, incluindo política, esporte e qualquer outro assunto que estiver trending. É o primeiro telejornal diário em mídia social ancorado por um jornalista importante.

Também na segunda, o E! anunciou oficialmente que Kathy Griffin vai assumir o posto de Joan Rivers no Fashion Police a partir de 12 de Janeiro, estreando no Golden Globes. Faz sentido, porque Kathy e Joan tem o mesmo tipo de humor (“ácido”). As duas outras apresentadoras, Kelly Osbourne e Giuliana Rancic continuam no programa, mas o crítico de moda, George Kotsiopoulos não e será substituido por Brad Goreski (ex-assistente de Rachel Zoe). A filha de Joan, Melissa Rivers, é produtora executiva do programa.

Um drama que se desenrolou a semana toda foi o cyber attack na Sony. Primeiro 5 filmes inéditos foram vazados na internet, entre eles Annie e The Interview. Especulou-se que era retaliação da Coréia do Norte por The Interview, onde Seth Rogen e James Franco fazem parte de uma conspiração da CIA para assassinar Kim Jong-un. Depois, os hackers vazaram os salários que os dois atores ganharam para fazer este filme (8 e 6 milhões respectivamente), bem como de executivos que ganham mais de 1 milhão por ano (Andy Kaplan ganha 1.3, Steve Mosko ganha 2.8). E na sexta, vários funcionários receberam um email assinado pelos “guardiões da paz”, dizendo que a companhia ia “desabar” e que “eles e suas famílias estavam em perigo”. O FBI acredita que a série de ataques esteja vindo de dentro da própria Sony.

Inline image 2E do GNT, não foi só Dani Mignani que ganhou prêmio de melhor do ano (wooo-hooo)! Jimmy Fallon também foi eleito Entertainer of The Year e é capa da Entertainment Weekly. A revista oficial de entretenimento aponta o Tonight Show com Jimmy Fallon a “festa do ano”, onde todo mundo se diverte e ainda dá audiência. Uma semana ocupada para Jimmy Fallon, que também anunciou o nascimento de sua segunda filha (as duas nasceram de uma surrogate — barriga de aluguel?).

Como parte de seu reposicionamento de empresa multi-plataforma, a Time, Inc. está promovendo diversas iniciativas cross-brand (de duas ou mais marcas). Na mídia impressa, a Fortune e Food & Wine já estavam fazendo isso (em Setembro, por exemplo, ambas lançaram o ranking de 25 Mulheres Mais Importantes em Gastronomia), mas chegou a vez da mídia eletrônica/digital e esta semana a Entertainment Weekly lançou uma web series muito boa, Lightbuld, onde personalidades falam sobre seus processos criativos e que pode ser vista na People, InStyle e Essence. Em desenvolvimento, outros projetos interessantes como People Now, um programa diário de entretenimento, The Chat, um programa de entrevistas da Fortune, e um programa sobre moda chamado I ❤ My Closet.

O consumo de televisão linear caiu no terceiro trimestre do ano e espectadores de todas as idades estão incorporando mais o streaming em suas vidas. Segundo dados da Nielsen divulgados na quarta-feira, o consumo de vídeo digital subiu 55% entre pessoas mais velhas, o consumo de televisão caiu em média 12 minutos por dia entre todos os grupos e, entre mais jovens, o consumo de vídeo via smartphone subiu 23 minutos por dia (de 1:10 para 1:33).  Time-shifted video (assistir fora do horário ao vivo na TV) subiu para 14 horas e 20 por mês. http://www.nielsen.com/us/en/insights/news/2014/content-is-king-but-viewing-habits-vary-by-demographic.html

3. DESENVOLVIMENTO

HBO renovou a série de Emily Mortimer, Doll & Em, para uma segunda temporada de 6 episódios, com estréia primeiro na Sky Living na Inglaterra. Na próxima temporada, alguns convidados famosos: Evan Rachel Wood, Olivia Wilde, Ewan McGregor e Mikhail Baryshnikov. A HBO também confirmou oficialmente que o projeto de Martin Scorsese e Mick Jagger sobre rock nos anos 70 será  uma série. Escrita por Terence Winter (de Boardwalk Empire) e George Mastras (de Breaking Bad)  vai contar a história de um executivo de música (Bobby Cannavale) que tenta ressuscitar seu selo. Como pano de fundo, a cena musical de NY nos anos 70, sexo, drogas e rok’n’roll.

Eles também anunciaram o desenvolvimento de dois projetos: uma comédia e o documentário The Jinx: The Life and Deaths of Robert Durst sobre a história real de Robert Durst, suspeito de matar a mulher em 1982 em NY, uma testemunha do caso no ano 2000 em Beverly Hills e logo em seguida, de um vizinho no Texas, que foi assassinado e esquartejado. Robert Durst é um homem recluso mas permanece em liberdade até hoje. O documentário deve ir ao ar em Fevereiro e terá 6 episódios.
A comédia em desenvolvimento é do criador de Will & Grace, Max Mutchnick, e se chama  Quick Shots of False Hope: a Rejection Collection, baseada em um livro de Laura Knightlinger, que conta a história de uma mãe solteira e sua missão de encontrar um marido. A produção é da Warner.

Bravo vai estrear em Janeiro um novo reality de cozinha: uma competição para achar o melhor restaurante. Best New Restaurant será apresentado e produzido por Tom Colicchio (um celebrity-chef de NY, dono dos excelentes Craft, Gramercy Tavern e Colicchio & Sons) E Gordon Ramsay. Cada candidato a melhor restaurante será julgado pela comida, decoração, conceito e hospitalidade.

Uma produtora francesa (Pernel Media) está desenvolvendo um documentário que soa bem interessante, sobre os bastidores da Printemps, a loja de departamentos francesa que faz 150 anos em 2015.  O documentário ainda não tem canal confirmado para exibição, mas vai seguir o modelo da série Liberty of London, do Channel 4, que em 4 episódios conta histórias de bastidores sobre moda e design da tradicional casa inglesa.

Netflix está desenvolvendo com a diretora Liz Garbus o documentário What Happened, Miss Simone? sobre a cantora e ativista Nina Simone. É o segundo doc da Netflix — o primeiro foi The Square no ano passado, que acabou sendo indicado ao Oscar.

Sony Pictures Television (SPT) está desenvolvendo o primeiro remake da comédia dramática Mad About You, e será na China, numa co-produção com CCTV6 (Shanghai). A série conta a história de um casal recém casado que tenta manter a felicidade inicial apesar dos desafios do dia a dia. Depois de sete temporadas e vários Emmys e Golden Globes, Mad About You encerrou a produção em 1999.

Spike TV renovou Catch A Contractor para uma 3ª temporada de mais 10 episóidios. Esta série não é para o target to GNT, mas a idéia é ótima e o formato funciona. O programa é apresentado pelo comediante Adam Corolla, que, junto de um Chefe de Obras, visita famílias que se deram mal com suas obras de reforma da casa, seja por serviço mal feito ou não terminado, e refaz/termina o trabalho.

4. OUTROS

Começaram as listas de final de ano de melhores do ano e aqui está a do crítico de TV Alan Sepinwall, http://www.hitfix.com/whats-alan-watching/tv-top-10-for-2014-the-leftovers-the-americans-more

Reportagem especial do LA Times sobre as mudanças acontecendo na televisão: http://www.latimes.com/entertainment/tv/la-et-st-new-tv-full-coverage-htmlstory.html

O Business Bureau divulgou resultados de audiência do canal ¡HOLA! TV apontando 63% de crescimento neste seu primeiro ano de exibição na América Latina e US Hispânico. ¡HOLA! TV é o único canal que existe dedicado à realeza, celebridades e lifestyle.  Na Direct TV, o canal tem 3% de market share e está entre os Top 10 do gênero variedades. Seu programa mais visto é  Mundo ¡HOLA!.