Semana de 25 de janeiro

  1. NA TV

Hoje é o dia de audiência recorde na TV por causa do Super Bowl, este ano na NBC. Savanna Guthrie do Today entrevista Obama num chat pre-Super Bowl, Katy Perry, Missy Elliott e Lenny Kravitz fazem o show do intervalo do jogo, os comerciais são quase todos inéditos e pagaram 4.5 milhões por cada 30″ no ar e o lead out (programa que vem logo a seguir ao jogo) será um episódio inédito de The Blacklist  (que vai dar à série um aumento de audiência instantâneo) e uma edição especial do Tonight Show com Jimmy Fallon, com Will Ferell, Kevin Hart e Ariana Grande. 

A programação alternativa é a mais fofa possível:  pelo 10º ano consecutivo (com comerciais que chegam a $100 mil por spot e 13.5 milh˜øes de audiência), Puppy Bowl no Animal Planet, football com cachorrinhos; pelo segundo ano consecutivo, Fish Bowl, no Nat Geo Wild, com imagens de um peixinho dourado em um aquário…Por Quatro Horas!; pelo segundo ano, o Kitten Bown, com Beth Stern no Hallmark, beneficente com o jogo de gatinhos (3.2 milhões no ano passado) e a novidade este ano fica nos canais  TLC, Discovery Life e Discovery Family Channel, o Toddler Bowl, com o jogo entre bebês.

Durante a semana,  especiais com “os melhores comerciais do Super Bowl” apareceram em pelos menos três canais, NBC, CBS e FOX. Mas no Today, a pré-estréia de um comercial da BMW chamou a atenção: usa cenas do programa de 1994 quando os apresentadores da época, Bryant Gumbel e Katie Couric, se questionavam “o que é a internet?” {“aquele a com um círculo em volta significa o que? about?”) e 21 anos depois, os dois, dirigindo um novo BMW, voltam a se perguntar o que significa seu símbolo :https://www.youtube.com/watch?v=U1jwWwJ-Mxc
Outros comerciais com bom buzz: “a invisível Mindy Kalling”,uma versão masculina do Dove (que faz aquelas campanhas incríveis com “mulheres de verdade”) e um emocionante do Always — lembram daquele video maravilhoso de julho do ano passado “Like a Girl”?  o vídeo teve mais de 50 milhões de views e virou comercial para o Super Bowl:
https://www.youtube.com/watch?x-yt-ts=1422579428&x-yt-cl=85114404&v=yIxA3o84syY

A NBCU também está lançando o Super Stream Sunday, oferecendo pela primeira vez 11 horas contínuos da conteúdo da NBC sem precisar log in. O objetivo é oferecer ao consumidor a experiência de sua TV Everywhere. Super Stream Sunday vai incluir a transmissão do Super Bowl XLIX, Katy Perry no Pepsi Super Bowl XLIX Halftime show, e o episódio inédito de The Blacklist, que aliás vai para seu novo horário na quinta, com outro episódio inédito.

NBC certamente também vai promover toda sua programação de primetime nos breaks, incluindo um do novo programa de variedades com Neil Patrick Harris que estréia só daqui a 8 meses no canal. É um teaser curto para aproveitar a publicidade em volta de Harris, que sera apresentador do Oscar. Seu programa, ainda em desenvolvimento, é baseado na série inglesa Saturday Night Takeaway, com sketches de comédia, numeros musicais, mini game shows, pegadinhas com celebridades e entrevistas importantes.

No domingo passado, Miss Universo ao vivo de Miami foi transmitido pela NBC e Telemundo. Na NBC, fez 7.6 milhões, e na Telemundo, foi visto por uma média de 2.2 milhões ao vivo em 18-49 (com 7.1 milhões cumulativo e números totais), 106% mais alto que no ano passado.
A excelente Jane The Virgin (CW) cresceu um pouquinho mais nesta segunda (1.6 milhões), CSI e NCIS na terça deram os melhores números para a CBS (11 e 12 milhões), enquanto OWN chegou ao Top 10 com Have e Have Nots  (um dia que Pretty Little Liars, da ABC Family e Real HouseWives, do Bravo, dominam).   Na quarta, o novelão Empire deu o número 1 à Fox, com 11 milhões, e na TV a cabo, duas séries fantásticas voltaram ao ar, The Americans no FX e Suits no USA  (nos breaks, um trailer longuíssimo de Fifty Shades of Grey e um da nova série Dig, que estréia em Março e mostra valores de produção incríveis). Quinta foi dia da volta de TGIT, com Grey’s Anatomy, Scandal, How to Get Away With Murder (ABC) na TV e seus elencos no Twitter. O resultado? A melhor re-estréia de séries desde 2008. Scandal fez 10.5 milhões, em primeiro em sua faixa de horário (e mais Fifty Shades of Grey nos breaks). Mais cedo, às 8, ninguem bate Big Bang Theory (17 milhões). E até mesmo Parenthood, às 10, deu uma melhorada de audiência: 5.5 milhões assistiram o ultimo episódio ao vivo.

O Today Show, aprendendo a lição de Shondaland,  dedicou a semana a chat ao vivo com seus apresentadores via Facebook. Cada dia um, todas as manhãs:  https://www.facebook.com/today/posts/10153100242936350

  1. NOTICIAS

Mais uma prova de que a televisão está mudando em ritmo super acelerado foi o lançamento na terça feira do Sling TV, uma alternativa a TV ao vivo no cabo. Sling TV permite o streaming de 12 canais de cabo por $20 dólares ao mês. Entre os canais, ESPN, CNN, TBS e Disney Channel. O serviço foi criado pela Dish e é o primeiro a oferecer streaming de eventos ao vivo de esporte, notícias e até filmes sem que seja necessário uma assinatura de cabo. http://www.wsj.com/articles/sling-tv-a-giant-step-from-cable-1422270001?tesla=y&autologin=y

E os novos modelos de negócios também começam a aparecer: a Starz, um canal por assinatura premium,  licensiou sua série original The White Queen à Amazon Prime. É o primeiro deal de um conteúdo de VOD premium e um service de streaming, dando exclusividade de streaming à Amazon nos EUA, enquanto Starz mantém a série em seu Starz On Demand e Starz Play. The White Queem tem 10 episódios, foi co-produzida com a BBC e estreou em 2013.

HBO deve ter adesão de 17% dos domicílios com broadband nos EUA a seu serviço de streaming, com metade deles cortando definitivamente sua TV por assinatura. Os dados são de uma pesquisa divulgada esta semana pela Parks Associates.  A média de audiência OTT de cada casa com broadband é atualmente de 3.5 horas por semana, com conteúdo assistido apenas no aparelho de TV. Esta mudança de hábito — streaming para o aparelho de TV — vai causar o maior impacto no ecossistema atual, segundo o diretor da pesquisa, Brett Sappington, e novos modelos de negócios serão imperativos.

Vencedor da 11ª temporada de American Idol  que se tornou artista multi-platina, Phillip Phillips fez um pedido formal à Secretaria do Trabalho da California (Labor Commissioner) para anular  seu contrato com a produtora do programa, 19 Entertainment.  Phillips acusa a produtora e seus associados de manipulá-lo a assinar um contrato “opressivo” que demanda apresentações gratuitas (para os patrocinadores) e não deixa o artista participar nem do nome do álbum que tem de gravar. Segundo Phllip, o contrato viola os acordos que protegem talentos  (Talent Agencies Act).

PBS Kids lançou na terça seu canal de YouTube dedicado a crianças de 2-8 e seus pais. O canal deve ter mais web séries originais, mas por enquanto está exibindo clips e episódios de suas séries da TV —  Daniel Tiger’s Neighborhood, Peg + Cat, Wild Kratts, Arthur, Martha Speaks, Wordgirl e Odd Squad — e originais da web Fizzy’s Lunch Lab, Oh Noah!, Ruff Ruffman: Humble Media Genius, Chuck Vanderchuck’s “Something Something” Explosion e Plum Landing. O conteúdo será renovado semanalmente. No lançamento, a PBS Kids citou uma pesquisa da Common Sense Media de 2013, que aponta um crescimento de 72% desde 2011 de crianças abaixo de 8 anos que usam aparelhos celulares.

AOL estreou cinco episódios de sua série original Inspired, uma produção da New Form Digital, JV de Discovery com Ron Howard e Brian Grazer, que retrata celebridades e os momentos mais definitivos de suas vidas.  Os primeiros episódios estão disponíveis no AOL,  on.aol.com, e destacam Lisa Ling, Bode Miller, Doc Rivers entre outros.

Conde Nast anunciou o lançamento de um estúdio para seus clientes de marketing e publicidade criarem branded content com o look and feel do conteúdo Conde Nast. O estúdio, chamado 23 Stories by Conde Nast, deve incluir produção de vídeo e distribuição pela Conde Nast Entertainment. A noticia foi recebida com alarme por jornalistas, principalmente da New Yorker e Vanity Fair, eternamente defensores da separação entre conteúdo editorial e marketing pago.

Na semana passada se celebraram os 70 anos da liberação de judeus de Auschwitz e em plena era de intolerância religiosa, alguns executivos poderosos de Hollywood criaram um comitê, Auschwitz: The Past Is Present que visa perpetuar a voz de sobreviventes, criando programas educativos. No comitê,  David Zaslav, presidente e CEO do Discovery, Steven Spielberg, Barry Diller, Les Moonves, Diane Von Furstenberg, Harvey Weinstein e Jeff Zucker, entre outros. Os videos educativos serão produzido pela Fundação SHOA de Spielberg.

  1. DESENVOLVIMENTO

No calendário de produção da indústria americana, esta semana (e a próxima) é  quando os estúdios anunciam todos os pilotos que vão produzir para a próxima temporada (os greenlights para saber quais viram séries vem em Maio). Como foram muitos, vão colocar só alguns esta semana e na semana que vem completo. Se vocês quiserem seguir a tabela imediatamente, com cast e status, a do Variety é a melhor.
ABC
anunciou o desenvolvimento de mais 11 pilotos para a temporada de 2015-16. Aqui estão apenas 4 e inclui mais Shonda Rhimes:

The Catch segue os mesmos passos das três outras de Shondaland no ar: a personagem central feminina, forte, expõe fraudes (forensic accountant) por profissão e sua vida amorosa é um caos. Mas ela não é quem aparenta ser, é enganada pelo noivo às vésperas do casamento e sua verdadeira identidade acaba se chocando com as falcatruas do noivo.

Broad Squad, dos criadores de Gossip Girl,  Stephanie Savage e Josh Schwartz, e inspirada em fatos reais, é sobre as quatro primeiras mulheres que se formaram na Academia de Policia de Boston em 1978.
Chev & Bev
é uma comédia com Chevy Chase e Beverly D’Angelo e que já vem sendo falada desde o ano passado. Os dois formam um casal a ponto de se aposentar mas tendo que educar seus netos.
The Untitled Dan Savage Project
é inspirada na vida do próprio comediante, que muda sua visão das coisas (para o bem) quando seu filho sai do armário.

NBC anunciou mais dois pilotos de comédias e um remake: uma da produtora de Ellen DeGeneres para ser protagonizada por Monica Potter e a outra que será  produzida por Jimmy Fallon. A comédia de Monica sera multi-camera sobre uma mulher com três ex-maridos, que começa a namorar outra vez. Sharing, a de Jimmy, será single-camera, produzida pela Universal, e sobre shared um grupo de pessoas muito diferentes que precisa divider um escritório.  O remake é de Cuckoo, uma comédia da BBC, que já teve Andy Samberg no papel de um “ninja espiritual” americano que passa a fazer parte de uma tradicional família inglesa depois que se casa com a filha de um milionário que foi passar um ano na America.  A versao american sera da Lionsgate e sera pilotada por Tim Long (ex-Simpsons).

HBO está desenvolvendo Virtuoso, um drama de época criado por Alan Ball, Elton John e David Furnish. A história, que se passa em Viena no século 18, é sobre um grupo de estudantes de música da prestigiosa Academy of Musical Excellence. O piloto sera escrito por Alan Ball (criador de Six Feet Under e True Blood) e no elenco estão o ingles Alex Lawther (de The Imitation Game), o francês Francois Civil (de Rosemary’s Baby), o ingles Nico Mirallegro (de Upstairs Downstairs), o australiano Lindsay Farris e a yugoslava Iva Babic.

Fox também encomendou uma comédia baseada em um livro do comentarista esportivo Matthew Barry da ESPN, sobre um sujeito que sonha em ser apresentador de um programa de futebol americano de fantasia. Fantasy Life.  Fox também está desenvolvendo  Detour,   baseada na vida de Rivers Cuomo,  líder da banda Weezer. Será single camera e centrada num cantor de rock que aos 30 anos decide deixar a música e voltar à faculdade.

  1. OUTROS

Artigo de Anne Sweeney no C21, refletindo as mudanças que a tecnologia promoveu na Disney e na própria indústria:
http://www.c21media.net/perspective/the-final-say?utm_source=C21Media&utm_campaign=c3380b1bb6-&utm_medium=email&utm_term=0_3bb765a3f7-c3380b1bb6-292222317

E uma coluna especial de despedida de Parenthood, escrita por seu criador/show-runner, Jason Katims no Hollywood Reporter: http://www.hollywoodreporter.com/live-feed/parenthood-series-finale-jason-katims-767819