Semana de 27 de Abril

1. NA TV

Eventos, dois finales e uma estréia foram os destaques da TV esta semana. Na quinta, o finale de duas horas de Grey’s Anatomy fez 8.7 milhões (atrás apenas de Big Bang Theory, 13.8 milhões) e na sexta, o de Blue Bloods (CBS) foi o programa mais visto da noite (11.3 milhões às 10).  A ABC está tendo as melhores quintas-feiras desde o ano 2000 e deu uma aliviada no drama com champagne, anos 60 e trilha de Meghan Trainor lançando o trailer de The Astronauts Wives Club durante o finale de Grey’s (tagline: a corrida do espaço foi de salto alto). Na sexta, eles estrearam o spin-off de Shark Tank, Beyond The Tank, que mostra o bom ou o ruim que segue a aparição no programa.  Liderou sua faixa de horário com 6.8 milhões.

CNN
, os programas da manhã e telejornais fizeram vigília para a chegada do bebê real, os protestos de Baltimore, o Kentucky Derby no sábado (NBC) e a superpromovida “luta de box do século” (HBO, Showtime e que gerou mais de U$ 400 milhões só em PPV) entre Floyd Mayweather e o filipino Manny Pacquiao, que atraiu um mar de celebridades a Las Vegas.

Para um panorama  sobre o que está funcionando na TV e o que não está, a análise do Variety é boa: http://variety.com/gallery/network-tv-comparison-shows-ratings/

HGTV é um dos 8 canais a cabo que tem 22 milhões de espectadores por semana em horário nobre. Foi o único canal a cabo a crescer de audiência no ano passado e agora está atraindo grandes nomes para seu cast. O TheWrap fez uma análise sobre o que está conduzindo o sucesso do canal.

Como NBC News não consegue ficar muito tempo sem pisar na bola, está transferindo uma de suas apresentadoras do Today, Natalie Morales, para o Dateline (posicionando a transferência como “promoção”) justo na semana que finalmente voltaram a ganhar do GMA (ABC). Em seu lugar, entra Hoda Kotb para ler as notícias. Josh Elliott, o galã que deixou o GMA para a NBC  ainda não entrou no Today e a grande expectativa para os upfronts da NBC será que destino vão dar a Brian Williams.

Na próxima sexta, Michelle Obama e Jill Biden vão aparecer no The Night Shift, série da Sony na NBC, para falar da saúde de veteranos de guerra e as iniciativas do governo. A primeira dama e a primeira-vice (?)  fizeram uma mesa redonda com a equipe médica do programa e o elenco para discutir como estavam retratando o assunto no ar, gravaram um PSA (anuncio de utilidade pública) e ainda gravaram uma participação integrada no roteiro do episódio.

2. NOTICIAS

Em Nova York, desde sexta no Jewish Museum até 20 de setembro, uma exposição dedicada à influência da arte de vanguarda no início da televisão nos Estados Unidos. Revolution of the Eye: Modern Art and the Birth of American Television traça um paralelo com a o início da TV naquele país e a explosão de aparelhos digitais: as duas épocas oferecendo oportunidades únicas para novos artistas e criadores de conteúdo. Na mostra, clips de programas, publicidade, objetos, artes e gráficos (Twilight Zone por exemplo, tem uma abertura fortemente influenciada pelo surrealismo, Batman e Ed Sullivan, pela op art, etc.)
NBC será o primeiro canal aberto a fazer uma experiência de programação que mistura o modelo da Netflix com o tradicional da TV aberta, disponibilizando online todos os episódios de Aquarius, sua série-evento de verão, logo após a estréia do primeiro episódio no próximo dia 28. Mesmo com os 13 online, na TV, eles entram no ar  normamente toda quinta (o primeiro tem 2 horas). Aquarius é um drama de época, que se passa nos anos 60,  com David Duchovny no papel de um policial investigando Charles Manson.

The CW vai lançar um segundo canal de TV, só que sem ser linear. CW Seed, um estúdio que desenvolve conteúdo para a web já há alguns anos, está começando a ser promovido como marca  independente (via aplicativos) e até o fim do ano terá suas séries organizadas para exibição no Roku e Apple TV.

A+E Networks e Vice Media vão lançar no primeiro trimestre de 2016 um canal de TV a cabo juntos para substituir o H2 (History2) do A+E. H2 foi lançado em 1996 como o segundo History, exibindo sua programação mais antiga. Está em 71 milhões de lares. Isto é resultado direto do investimento do A+E no Vice no ano passado (US$250m por 10% da companhia). Vice está em 36 países, tem 150 mihões de pessoas acessando todas as suas plataformas por mês.

Lifetime vai lançar este ano uma plataforma online só para curtas. Fall Into Me (working title) terá apenas  romances direcionados a “mulher moderna e ligada em tecnologia”. Serão 8 histórias de 6 minutos sobre aventura e fantasia contadas do ponto de vista da mulher. É a primeira vez que eles produzem ficção para uma plataforma não linear.

Usando um tagline quase “sagrado” — a terceira vinda — a arte da terceira temporada de Orange is the New Black mostra as presidiárias como santas de velas católicas.  OITNB volta para o Netflix em 12 de Junho.

Inline image 1Inline image 2

De Hulu a YouTube, Maker Studios, Machinima, Yahoo, AOL, VICE, Defy Media e BuzzFeed até Condé Nast, The New York Times, News Corp. e Time Inc, 34 empresas de mídia digital estão fazendo seus newfronts (apresentação da programação para o mercado publicitário) desde o dia 27 em NY. O instituto de pesquisa EMarketer aponta um aumento de 30% no volume de anúncios digitais, movimentando U$8 bilhões.

A estratégia do Yahoo é aumentar a produção de ficção de qualidade e star power e contrataram várias personalidades: Simon Cowell criou uma competição para DJs, Ultimate DJ, com votação via Tumblr; Naomi Campbell e Michelle Rodriguez serão estrelas de seus próprios programas – I Am Naomi e Riding Shotgun with Michelle Rodgriguez. I heartRadio concerts, que está crescendo como evento musical anual, terá seu próprio slot  e o blog de comida Thug Kitchen vai virar série.

Time Inc. – a marca por trás das revistas Time, Sports Illustrated, People e Entertainment Weekly – fez seu Newfront na quinta, anunciando 11 novas séries. Entre elas, um talk show de celebridades do hip hop e esportes produzido por Jay Z (40/40 Live)  e uma competição de moda usando a marca InStyle, chamada The Next Star Stylist. A propria Time está abrindo um estúdio em Manhattan para transmissões ao vivo e a Entertainment Weekly e People vão colocar no ar o (chato) de seu editor, Jess Cagle para apresentar um programa que leva fãs para dentro da vida dos artistas. Da Entertainment Weekly, o programa que deve ser interessante em vídeo e que está em desenvovimento é The Bullseye (a última página da revista, com o que aconteceu de mais relevante na cultura pop).

A Conde Nast (por trás de Wired, Vogue, Glamour, Style e GQ) vai lançar 2500 novos vídeos em 2016 e um novo canal (o 19º) ainda este ano dedicado às millenials latinas chamado Vida Belleza.

A Refinery 29, canal digital dedicado às mulheres millenials, ganhou $50 milhões de financiamento para conteúdo novo e se associou a Lena Dunhan, Lisa Kudrow, Jill Solloway, Dan Bucatinsky, Kassidy Brown, Allison Rapson, Mamie Gummer, Jenni Konner e Jack Antonoff para novos projetos.

YouTube está desenvolvendo 4 séries originais com seus colaboradores mais bem sucedidos (aqueles que tem um público combinado de 13 bilhões de visualizações): uma comédia sobre o mundo das competições musicais; uma comédia da dupla Smosh (35 milhões de visualizações) sobre um restaurante temático; um reality-suspense sobre um assassinato e de PrankysPrank (3 bilhões de visualizações), um reality com o casal Jesse e Jeana que se junta a celebridades para fazer brincadeiras.

3. DESENVOLVIMENTO

A entrevista de Bruce Jenner sobre sua mudança de gênero continua gerando debate e o E! finalmente confirmou que está produzindo uma  docu-série em 8 episódios que acompanha a transição dele de homem para mulher.

Lifetime, A&E e History em parceria com The Weinstein Co. e a BBC estão desenvolvendo Guerra e Paz. O clássico de Tolstoy terá 6 episódios, estréia este ano simultaneamente nos três canais, será protagonizada por Lili James (de Downton Abbey e Cinderella)  e tem no elenco Gillian Anderson, James Norton e Jim Broadbent no elenco. War and Peace começa em 1805 na Russia e conta a história de 5 famílias aristocráticas durante o reinado de Alexandre I até a invasão da Rússia por Napoleão em 1812. Lifetime, A&E e History também vão exibir simultaneamente o remake da minissérie Roots.
Bravo vai continuar desenvolvendo ficção e os próximos três projetos são um drama, uma comédia e uma minissérie. O drama vem de uma produtora da BBC, Adjacent Productions: White Collar Wives, sobre as mulheres de executivos envolvidos em escândalos financeiros. A  comédia vem da mesma equipe de Girlfriend Guide to Divorce e se chama My So Called Wife, sobre uma mulher que faz os homens se apaixonarem por ela até casarem com ela e ela desaparece com o dinheiro deles (uma canalha?). Por fim, a minissérie é baseada no livro sobre como Anna Wintour e Tina Brown dominaram o mercado editorial nos anos 80, All That Glitters.

Netflix, Ellen DeGeneres e a Warner estão adaptando o clássico infantil dos anos 60 Green Eggs and Ham, de Dr. Seuss. Serão 13 episodes, será escrito por Jared Stern (The Lego Movie Sequel) e estará disponível em 2018.

4. OUTROS

Um estudo recente da Nielsen sobre as preferências de consumo de TV por dispositivo, Age of Technology: Generational Video Viewing Preferences Vary By Device and Activity

Google, que recebe anualmente seis bilhões de perguntas relacionadas à moda, está criando um novo relatório semestral que deve ajudar marcas de moda em seus planejamentos de vendas e até mesmo desenvolvimento de produto. Este ano, por exemplo, a busca mais comum no google é sobre saias de tule, saias midi e calças palazzo. O relatório vai sair duas vezes por ano e é mais uma indicação do interesse do Google em criar uma área de e-commerce.
E uma ótima entrevista com David Letterman, que se prepara para sair de cena: http://www.nytimes.com/2015/05/03/arts/television/david-letterman-reflects-on-33-years-in-late-night-television.html?hpw&rref=television&action=click&pgtype=Homepage&module=well-region&region=bottom-well&WT.nav=bottom-well&_r=0