semana de 3 de maio

1. NA TV

Com o finale de Secrets & Lies (6.4 milhões) e Revenge em seu penúltimo episódio (5 milhões),  a ABC ganhou o domingo (A18-49) nas quatro horas de primetime (e tá com cara de que vai ganhar os May Sweeps).  Na TV a cabo, Game of Thrones continua liderando o domingo (6.8 milhões ao vivo) e a semana.

Na segunda, a HBO exibiu Montage of Heck, o (ótimo) documentário sobre Kurt Cobain, produzido pela filha Frances Bean e dirigido por Brett Morgen. O filme faz pouquíssimas entrevistas e tem muito material inédito do acervo pessoal. Levou 7 anos para ser concluído. Na  CBS, um especial de 90′ de despedida para David Letterman foi uma compilação de melhores momentos (só) e no episódio inédito logo em seguida,  Barack Obama fez planos de aposentadoria com Dave: jogar dominós.
Na terça, a cobertura do Met Gala estava em todos os jornais da manhã e revistas da tarde, mais popular do que nunca e sendo posicionado como “oscars da moda” (não tem prêmio,  não tem porquê).
Já na quarta, Anna Wintour virou atriz e concordou ser retratada como ícone cômico num sketch de Seth Meyers. Inesperado: https://www.youtube.com/watch?v=cFM6APo0h8U#t=17

Tina Fey se despediu de David Letterman na quinta tirando o vestido… Tina disse que era “a última vez que ela ia usar um vestido no late night, porque dava muito trabalho e jamais faria isso para Jimmy, que é como um irmão”. Ela deu o vestido a Dave, ficou só com um spanx com mensagem personalizada. https://www.youtube.com/watch?v=2tKhr5Ujbd4

E Jimmy Fallon finalmente teve U2 na sexta, com Bono (quase) recuperado do acidente de bicicleta (ele não mexe muito os dedos ou o braço) e uma performance ao vivo, além da aparição surpresa da banda numa estação de metro em NY — disfarçados ecantando como “locais” não foram reconhecidos. .

 

OUTRAS PLATAFORMAS

Nossa amiga Marta Kauffman estreou na sexta seu  Grace and Frankie no Netflix (21 anos depois de Friends). A série é uma comédia dramática sobre duas mulheres de 70 anos largadas pelos maridos que, sócios e parceiros,  resolveram assumir seu amor. É lenta e, como bem disse o Vulture, com formato está equivocado (deveria ser multicamera, com mais piadas). Em entrevista ao HR, Marta diz que apesar do interesse de outros canais, ela preferiu a Netflix pela chance de poder contar sua história em 13 episódios contínuos “sem nenhuma interrupção de breaks ou tempo cravado” e liberdade de temas como “ressecamento vaginal”.

Com 300 videos novos por minuto, é  impossível imaginar um mundo sem YouTube hoje em dia. Mas eles começaram “só” a 10 anos atrás… Para celebrar seu 10º aniversário, desde o dia 3 e por 26 dias, o You Tube lança um vídeo por dia correspondendo a uma letra do alfabeto, cada letra correspondendo às suas categorias mais populares : Animals, Beauty, Covers, etc.

Endemol Beyond USA, o braço digital da Endemol Shine anunciou durante os NewFronts que seu foco este ano será em música e esporte e que devem lançar dois canais digitais: Looksy, centrado em cultura pop, e Smasher, em esporte e games.

O Discovery Digital usou sua apresentação no NewFronts para lançar um novo hub dedicado a família, casa, beleza, esilo, saúde e culinária: TLCme.  O site já está no ar e coincide com a semana temática de dia das mães do TLC, Mother of All Weeks. (é o shark week deles….)

Uma mapa para entender o universo OTT atual: http://variety.com/2015/digital/news/ott-map-video-ecosystem-1201480930/

  1. BUSINESS, BRANDING & MARKETING

Esta semana em NY começam os upfronts, lançamento da programação para o mercado publicitário e início de temporada de vendas publicitárias (U$ 20 bilhões vão estar disponíveis). Além das mais importantes redes abertas, participam ESPN, ESPN Deportes, Turner, NBCUniversal Cable e as 5 redes hispânicas. Enquanto os analistas dizem que o processo de vendas precisa mudar, os estúdios/canais continuam a se comportar como a maioria.  Se no ano passado o que se destacou foram os super-heróis (The Flash, Gotham) e elencos multirraciais (Empire, How to Get Away With Murder, Black-ish, Jane the Virgin), é provável que todo mundo siga este caminho este ano. E todos precisam de comédias desesperadamente.Por enquanto, já se sabe o seguinte sobre novas séries…

Cancelamentos:
FOX; cancelou  The Mindy Project (que foi para o Hulu, já com duas temporadas garantidas), Backstrom e The Following
NBC: cancelou Marry Me,  About A Boy, One Big Happy, State of Affairs, Constantine e  Bad Judge
ABC: cancelou Selfie, Cristela, Forever, The Taste, Resurrection e Revenge
CBS: cancelou Battle Creek, The Mentalist, The Millers, Reckless e Unforgettable
CW:  cancelou Backpackers, Hart Of Dixie, The Messengers, Seed

Novas séries:
FOX:  The Frankenstein Code, Grandfathered,  The Grinder, The Guide to Surviving Life, Houdini and Doyle, Lucifer, Minority Report, Rosewood
NBC: Apocalypse, Blindspot, Chicago Med, Coach, Crowded, First Dates, Heartbreaker, I Can Do That!, The Carmichael Show, The Island, Manhunt, Best Time Ever With Neil Patrick Harris, STRONG, Superstore, Telenovela (com Eva Longoria), People Are Talking (com Carrie Preston, hilária em The Good Wife), Superstore, Crowded
ABC: The Catch, Dr. Ken, The Family, Of Kings and Prophets, The Muppets, Quantico, The Real O’Neals,Uncle Buck, Untitled Pate & Fishburne Project, Wicked City
CBS: Angel From Hell, The Briefcase, Code Black, Criminal Minds: Beyond Borders, Life in Pieces, Limitless, Rush Hour, Supergirl, Zoo

CW: Dates, Significant Mother, Cordon, DC’s Legends of Tomorrow, Crazy Ex-Girlfriend

Enquanto que no AMC, Mad Men mostra o drama de uma agência maior (McCann) absorvendo a Sterling Cooper, a verdadeira McCann está se divertindo com o evento em redes sociais, divulgando as notícias reais da época, novos cartões devisita para Don Draper e cia.e o novo crachá de Don Draper.    E na Ad Age, Matthew Weiner finalmente fala sobre publicidade dos anos 60 e a inspiração para Mad Men.
Como já se falou, ABC Family está mudando seu posicionamento (eles agora querem atingir os “becomers”, jovens que estão se tornando adultos) e as mudanças visuais já começaram: uma campanha com suas estrelas em ambientes naturais, em atitudes mais “selfie” e menos posadas e leve ajuste no logo. O próximo passo vem em junho com o lançamento de Stitchers, um drama de procedimento sobre uma jovem que consegue “entrar” na mente dos assassinatos para saber o que aconteceu com eles.

A gente nem entende os millennials direito,  já existe uma nova geração de consumidores para se analisar, os que acabaram de fazer 18 anos, “a geração Z”. Os grupos de pesquisa já os rotularam de “viciados em telas”. Mas o que quer a geração Z? http://www.fastcoexist.com/3045317/what-is-generation-z-and-what-does-it-want?utm_source=mailchimp&utm_medium=email&utm_campaign=coexist-daily&position=1&partner=newsletter&campaign_date=05042015

Como não é mais novidade para ninguém, vivemos a era de televisão on-demand, que acabou provocando queda de audiência em todos os canais lineares.  Mas segundo um artigo do Wall StreetJournal desta semana,  não houve queda no faturamento (por enquanto).  Se o SVOD e OTT foram a causa, também vão ser a solução, já que se nota a criação de um novo mercado (SVOD). Por exemplo, no primeiro trimestre, MTV e Nickelodeon perderam 31% de audiência total, mas o faturamento caiu apenas 5%.

Sofia Vergara ganhou sua estrela na calçada da fama em Hollywood e desde 98 no mercado americano, ela agora é um nome ubiquitous, frequentemente comparada a Lucille Ball.

  1. DESENVOLVIMENTO

A transformação de Bruce Jenner é um osso que o E! não vai largar nunca. Além da série protagonizada pelo próprio Bruce, as Kardashians deixaram para mostrar suas reações em seu próprio programa, Keeping Up With the Kardashians: About Bruce, em um especial de 2 eps no ar 17 e 18 de maio.

Bruce pode ser o único na família com uma história real para contar, mas a matriarca-Kardashian transformou a família em um negócio multimilionário. Aqui um perfil feito pelo NYTimes na sexta: http://www.nytimes.com/2015/05/10/magazine/where-would-the-kardashians-be-without-kris-jenner.html?ref=media

WeTV está desenvolvendo uma docu-série que pretende mostrar o competitivo mundo da ópera em NY, com um grupo de cantoras jovens e ambiciosas. O título de trabalho é Love and Opera.

Esquire, o canal de lifestyle masculino da NBCUniversal,  está desenvolvendo uma versão americana para o formato inglês Educating Essex, além de seu primeiro drama, um suspense policial . Educating Essex, que será transformado em Educating America, é do Channel 4  e é uma série de documentários sobre o que realmente acontece nas universidades americanas (salas de aula, refeitórios, escritórios, salas de professores, etc.