semana de 14 de junho

 NA TV

O finale de Game of Thrones no domingo bateu outro recorde: 8.1 milhões (ao vivo, o recorde anterior tinha sido na estréia, com 8 milhões). E num domingo onde a final do NBA fez números incríveis para a ABC: 23.3 milhões. Quando entrarem os números de DVR e HBO Go e Now vai chegar a 20 milhões fácil. Game of Thrones já é a série mais vista na historia da HBO.
Brian Williams finalmente voltou à TV para uma entrevista com Matt Lauer no Today Show na sexta de manhã para dizer que estava arrenpendido. Acho que a notícia saiu, mas Brian Williams foi protagonista de um “escândalo jornalístico” na NBC há 6 meses quando se descobriu que ele mentiu numa matéria de 12 anos atrás. Foi suspenso por 6 meses, perdeu o posto de âncora de NBC News (onde tinha uma audiência diária de 10 milhões) e vai para o MSNBC. Todas as revistas eletrônicas e jornais deram destaque para sua entrevista, com alguns coleguinhas sendo implacáveis (como o NYPost, com um ódio que destoa do resto). A entrevista com Matt Lauer foi boa, grave e soturna e o tom de Williams era “agradecido pela segunda chance e arrependido pedindo perdão”.

Os americanos adoram quem está por baixo e ganha uma segunda chance. E assim como Brian Williams, que certamente vai dar a volta por cima, o Today está conseguindo, em especial por causa do tom jornalístico que tem dado a suas histórias.  Esta semana eles também fizeram uma entrevista com a nova personagem polêmica,  Rachel Dolezal, a mulher branca que se diz negra.

Na quinta, depois de mais um killing spree americano, Jon Stewart saiu de seu roteiro normal no Daily Show para pedir desculpas por não ter piadas sobre o massacre de Charleston e fazer um monólogo com sua opinião sincera e emocional sobre o racismo americano. https://www.youtube.com/watch?t=125&v=LJl9iqnvkOE

NBC e Discovery se associaram para produzir um documentário especial exibido também na quinta sobre os dois fugitivos de uma prisão de segurança máxima de Nova York (Richard Matt and David Sweat, que fugiram da Clinton Correctional Facility no sábado, dia 6). Prison Break: Killers on the Run estreou no Discovery ID, já se auto-definindo com uma nova qualificação para o gênero: “instamentary”.

O melhor jornalista de TV americano (na minha opinião), Bill Carter, deixou o NYTimes e foi para CNN, onde estreou esta semana. Brian Stelter já tinha feito a mesma coisa há alguns meses (deixar o NYTimes pela CNN) e os dois vão comentar e analisar a mídia num programa de domingo e no jornal da manhã. Uma estratégia interessante do canal.

NOTICIAS 

Um documentário interessante produzido pela mulher do ator Colin Firth teve sua estréia festejada no Lincoln Center em NY esta semana. The True Cost discute o real impacto da moda no mundo hoje em dia, da  fabricação de roupas em favelas escuras em Bangladesh a passarelas iluminadíssimas em Paris. Livia Firth tem uma empresa que promove ecologia e moda,  Eco-Age. No evento, Isabella Rossellini falou sobre sua fazenda orgânica de 12 hectares em NY que ela está transformando em coletivo de produção agrícola sustentável e ecológica.

Na mesma semana que o FX garante os direitos de TV do filme de maior bilheteria da história, Jurassic World, uma curiosidade de aquisições no mundo OTT: os gastos na compra de programação dos três grandes players Netflix, Amazon e Hulu (quadro em anexo).
Inline image 1

Hoje, com mais de 5 milhões de horas de notícias sendo vistas por YouTube diariamente, o papel de quem gera estes vídeos, a testemunha ocular da notícia,  nunca foi tão importante. Com isso em mente, esta semana o YouTube lançou três iniciativas de apoio a apuração de notícias: 1) The YouTube Newswire, um feed diário de notícias curadas e que qualquer um pode assinar 2) como estas notícias precisam ser verificadas, um grupo de pensadores e  pioneiros no jornalismo de mídia social chamado The First Draft Coalition vai criar recursos para facilitar a verificação de notícias bem como um código de ética para  reportagens; e por fim 3) The Witness Media Lab, uma plataforma para produção e discussão de questões ligadas ao abuso de direitos humanos, com apoio de vídeos gerados pelos unuários.  Mais sobre as iniciativas no blog de YouTube.

 MARKETING E INSIGHTS

Dove está celebrando o dia dos pais nos EUA (amanhã, domingo) com um video com imagens reais de 13 homens no momento em que descobriram que iam ser pais. A campanha inclui dicas para ser um pai postadas no canal de Youtube do Dove.

Discovery ID (Investigation Discovery) é um canal que “pega” como nenhum outro, é o canal que mulheres 25-54 ficam por mais tempo ligadas o dia inteiro, isto é, tem mais tempo de permanência. Até mais que Disney.. E alguns de seus programas tem títulos que chegam a sangrar, como Wives with Knives, Homicide Hunter, Nightmare Next Door e Happily Never After. A fórmula de sucesso, segundo seu presidente, Henry Schleiff, é simples:

1 – Agarre o espectador nos primeiros 5 minutos
2 – O programa tem de ser satisfatório no final. Recompense o espectador muitas vezes or ter descoberto o assassino.
3 – Repita essa fórmula muitas vezes.
4 – Tenha um título que seja arrebatador (Wives with Knives, por exemplo)
5- Mantenha o tom do canal consistente.

Allan de Botton, um filósofo que já escreveu sobre viagens, arquitetura, filosofia, o desejo de status e outros assuntos, agora dá seu pitaco em marketing. Na Fast Company, ele dá 4 lições que marcas devem seguir. http://www.fastcocreate.com/3047226/a-philosopher-takes-on-marketing-4-lessons-for-brands-from-alain-de-botton

Com a notícia de que a Gap vai fechar 175 lojas nos EUA e que o faturamento do Airbnb cresceu 55% em um ano, a  Fast Company  também fez uma análise sobre duas marcas, Gap e Airbnb. O que acontece quando uma marca adorada cai em desgraça? A análise diz que as mínimas mudanças no logo da Gap não foram percepidas pelo consumidor como inovação e que o cérebro humano precisa de novidade. http://www.fastcodesign.com/3047480/the-lesson-of-two-epic-logo-debacles

Uma apologia à HBO no Hollywood Reporter desta semana, com seu elenco principal falando como eles são a 8ª maravilha do mundo: http://www.hollywoodreporter.com/news/hbos-real-life-game-thrones-802764

Em campanha para o Emmy, os apresentadores Padma Lakshmi (Top Chef) e Carson Daly (The Voice) falaram ao Variety sobre como é lidar com participantes de realities e o segredo do sucesso de TV unscripted:  http://variety.com/2015/tv/news/padma-lakshmi-carson-daly-top-chef-the-voice-1201519105/

 

DESENVOLVIMENTO

HBO está desenvolvendo com o co-criador de The Wire, David Simon, um drama sobre o boom da indústria pornográfica em Times Square nos anos 70 e 80. A série também vai tocar no surgimento do vírus HIV em Manhattan e a epidemia da cocaína.

Netflix está desenvolvendo uma comédia multi-camera com Ashton Kutcher e Danny Masterson dos mesmos criadores de Two and a Half Men (dois roteiristas da produtora de Chuck Lorre). The Ranch é sobre um ex-jogador de football que volta para a fazenda da família em Colorado para administrar os negócios.