semana de 8 de maio – menos comerciais na Fox, séries renovadas e canceladas

NA TV

The Good Wife terminou de forma ambígua (e polêmica) no domingo passado com 10.5MM e 1.2 de audiência. Foi 1º trending topic no Twitter até durante Game of Thrones (este com 7.2MM) e deve ganhar um spin-off com as personagens Dianne e Lucca (Christiane Baranski e Cush Jumbo) para viver no CBS All Access (plataforma digital).

Como é mês do mais importante sweeps do ano, a semana teve “tudo pela audiência”: de Sharon Osbourne anunciar a separação de Ozzy por causa de um affair (e dedicar duas edições inteiras do The Talk ao assunto), a Jimmy Kimmel lançar sua “candidatura à vice-presidência da república” (quinta, no late night), Ellen e Matt Lauer continuarem suas pegadinhas provocatórias no Today e Ellen, até Homer ao vivo nos Simson’s domingo (Fox),  num segmento de 3 min no fim do episódio (Homer responde perguntas pré-selecionadas que os fãs enviam via Twitter #HomerLive).
Na terça, NCIS (CBS)  fez 15.6MM; enquanto  que The Voice (NBC, no ar segunda e terça) está com audiência um pouco mais baixa  (8.9 versus 10MM da temporada anterior). Os finales renderam bons números para Empire, 9.8MM na quarta (Modern Family, está dando sinais de desgate), Big Bang Theory (14.5 quinta) e, na sexta,  Blue Bloods (CBS) e Shark Tank (renovada para uma 8ª temporada, terá  mais um guest shark, Chris Sacca, trazendo a perspectiva Sillicon Valley ao painel).

Sexta também foi último dia de Michael Strahan no Live With Kelly and Michael. Agora começam os testes (no ar) para achar o novo apresentador. Na semana que vem, Jimmy Kimmel, Jussie Smollett (de Empire), Cedric the Entertainer, David Muir (apresentador do jornal da noite, ABC) e Daniel Dae Kim (de Hawaii 5-O, da CBS) se revesam o lado de Kelly Ripa.

Uma docu-série do Ovation que retrata a maior e mais estereotipada geração do planeta, millenial, está ganhando destaque, Millennials: Growing Up in the 21st Century.  A série de 6 episódios segue 22 jovens de Seattle  da infância até a idade adulta com entrevistas feitas ano a ano. O diretor Rick Stevenson se inspirou no documentário inglês Seven Up (de Michael Apted, que segue 14 crianças dos 7 aos 70). De Millenials, pode-se dizer que todos querem ser ouvidos, querem viver uma vida com propósito e querem atenção dos pais.

 
NOTICIAS  e OUTRAS PLATAFORMAS

true-x-m0185-o-2croppedUma semana antes dos upfronts em NY, um cartaz da Fox nas ruas de Nova York e Los Angeles já indica as mudanças na venda de espaço comercial no canal. Diz o cartaz: “O que é melhor do que assistir ‘Empire’ on demand? Assistir ‘Empire’ na Fox.com sem comerciais”.  Em entrevista ao Variety, o COO da Fox Networks diz que busca novas formas para que marcas engajem o espectador, que o modelo seguido há 40-50 anos está velho. Assim, o grupo  vai diminuir o número de comerciais durante algumas estréias da Fox, FX e Nat Geo oferecendo um break menos poluído (ele garante que não vai perder dinheiro).

O talk show de Chelsea Handler estreou quarta na Netflix, sem muito buzz. Com três novos episódios por semana, o objetivo é reter o assinante que se desliga depois de uma série. Mesmo com churn previsto no modelo de negócios da Netflix,  eles acreditam que os 3 novos episódios por semana significam 12 novas razões por mês para fazer o assinante ficar (só um detalhe: Chelsea, apesar de desbocada, não é Jon Stewart. E o talk show é um pouco caótico).

Desde terça uma polêmica envolve a seleção de notícias na seção trending do  Facebook. Um ex-colaborador disse ter de evitar assuntos conservadores na seção, que milhões usam como “a” fonte de notícias diárias. A reportagem, publicada na Gizmodo. provocou uma resposta do Facebook (“porque tem normas claras quanto à imparcialidade da notícia”), mas com suas normas publicadas no NYTimes e no Guardian, Facebook confirmou que a seção é editada por humanos e não algoritmos, fazendo com que Mark Zuckerberg convidasse candidatos conservadores para uma conversa.

Spotify, que já tem 75 milhões de usuários para música-on-demand, está desenvolvendo conteúdo original em vídeo para atrair novos assinantes. Serão 12 séries de diversas durações, que serão produzidas por personalidades que vão de Tim Robbins a Russell Simmons, entre elas um mockumentary sobre uma competição de dança e outro documentário sobre grandes momentos da história da música.

Amazon, que já oferece séries, filmes e conteúdo original para competir com a Netflix, vai competir com YouTube e permitir ao usuário subir conteúdo patrocinável. Dependendo de como seu anúncio ou vídeo performar, o usuário pode até ser dispensado da taxa de adesão,  Amazon já usou esta estratégia com seu tablet Kindle, que permitia a autores  publicar suas obras sem o uso de uma editora.

A nova presidente da ABC mostrou que veio para limpar a casa e reverter a 4ª posição de audiência. Cancelou Castle, Nashville, The Muppets  e mais. Aqui vai o mais recente boletim de renovações e cancelamentos, compilado pelo Hollywood Reporter. Grandfathered, Hannibal também se vão, entre muitos outros…. Os teasers da nova temporada estão sendo uploaded para YouTube este fim de semana. Aqui vai um de Shondaland para a ABC, Still Star Crossed….

 

DESENVOLVIMENTO


FX
está desenvolvendo uma antologia (de 8 episódios) com Susan Sarandon e Jessica Lange, produzida por Brad Pitt e Ryan Murphy. Feud vai falar da rivalidade de duas atrizes americanas, Bette Davis (Sarandon) e Joan Crawford (Lange).

Uma das colunas sociais mais populares americanas é a do The New York Post, Page Six. Eles (também) resolveram fazer conteúdo audiovisual e preparam uma edição para TV em parceria com os canais da Fox e Endemol. A edição será diária, de meia hora e contar com um painel de especialistas em entretenimento e cultura num talk show sobre a indústria do entretenimento.  Estréia em julho.

Um reality de competição global está sendo desenvolvido pela Netflix, Ultimate Beastmaster.  A competição no programa é uma só, mas o programa será produzido com 6 apresentadores diferentes, um para cada país: Japão, Mexico, Coréia do Sul, Brasil e Alemanha.  Sylvester Stallone é um dos produtores.

Telemundo e Buzzfeed — uma combinação insólita — estão colaborando numa telenovela reinventada e destinada à geração digital: Much Ado About Nada. Os temas serão dados pelo BuzzFeed conforme preferência de seus usuários e os autores vão deixar a “obra aberta” para ser modificada depois da metade da série conforme reações do público. Os ingredientes clássicos — amor, traição redenção — estarão lá, mas com um twist moderno. Deve estrear em Outubro ou Novembro nas plataformas digitais das duas empresas.

 

FOOD FOR THOUGHT

O Deadline, fundado pela mitológica Nikki Finke, por muitos anos foi a fonte mais importante de notícias de Hollywood, replicadas até hoje no Brasil. Comemorando 10 anos, eles convidaram a fundadora e ex-editora (e desafeto) a falar sobre a experiência. Aqui o artigo do Deadline.

Com tantas mudanças na TV, todos os olhos se voltam para os upfronts começando em NY. O Variety vai fazer um caderno especial, que adiciono ao longo da semana.