semana de 28 de agosto – Downton ainda, atores emplacam séries, repórter vira cord-cutter

NA TV E OUTRAS PLATAFORMAS

Do manual “Como Explorar uma Franquia até o Fim: a PBS conseguiu montar ainda outro especial sobre Downton Abbey, exibido no domingo passado. Apropriadamente chamado de I Miss Downton Abbey, foi apresentado por Allen Leech (Tom Branson) e mostrou clips da série, mais entrevistas inéditas e bastidores inéditos, inclusive sobre toda composição da trilha. Por que a AMC não pensa assim e faz um “I Miss Mad Men”?

Também no domingo, o VMAs foi ao ar na MTV e em 10 canais da Viacom. Sem nenhuma surpresa, a audiência ao vivo foi ruim: 6.5MM em todos estes canais (34% a menos que no ano passado). Mas como prova de que o sucesso de um programa não se mede mais através de pontos de audiência na TV ao vivo, outros números são bem impressionantes: 62.8 milhões de streams (70% a mais que em 2015) e 90% das menções em redes sociais na noite de domingo (VMAs também foi trending topic no Twitter por 13 horas seguidas).  Se considerarmos a segunda e a terça, o total de streaming sobe para 175MM (313% a mais que no ano passado) e grande parte disso no Snapchat. No E! uma edição especial de Fashion Police  (com Melissa Rivers, a filha de Joan).

Cartoon Network  na sexta levou um de seus títulos digitais para a TV, Mighty Magiswords. Lançado no aplicativo CN Anything no ano passado, em episódios de 15 segundos (“minisodes“), há um acervo de mais de 400 vídeos curtos e a produção continua. Na sexta foi só uma prévia, a série Magiswords mesmo estréia na TV dia 29, bem como um novo aplicativo interativo.

Dinner Spinner, uma série que estréia no CW em Outubro, também saiu de um aplicativo de receitas, Allrecipes Dinner Spinner, depois de seus 18 MM de downloads.

O Tastemade também está gerando programa, Farm to Plate, em desenvolvimento na ABC digital, com o Chef Guy Turland explorando o fenômeno de trekking terra/mar para encontrar ingredientes locais frescos.

Mudanças nos programas de variedades da manhã. No GMA (ABC), a partir de terça, os âncoras abrem o programa (Robin Roberts e George Stephanopoulos) e o foco na primeira hora é em noticias . Na segunda hora, informação é mais leve com Lara Spencer e Michael Strahan, audiência ao vivo (100 pessoas), interação com a platéia e câmeras visíveis. Já o Today Show foi em direção contrária e não substituiu quem lia as notícias, Natalie Morales (que mudou para Los Angeles e vai fazer as mateiras de entretenimento). Agora repórteres aparecem diretamente do local de suas matérias. O editor de TV do Variety fez uma boa coluna com o contexto.

E na semana que vem, na quarta, Matt Lauer vai moderar o primeiro evento com os dois candidatos à presidência diante de uma platéia de militares e funcionários públicos. O evento, Commander-in-Chief Forum, será transmitido ao vivo na NBC, NBC News e MSNBC, que aliás, tem visto sua audiência crescer consistentemente entre os canais de notícia.


NOTICIAS
Na segunda, apenas três dias depois de ter substituído os editores “humanos” da coluna Trending por algoritmos, o inevitável aconteceu e Facebook deu uma notícia falsa, a de que a Fox News estaria se livrando de sua maior estrela, Megan Kelly. O Washington Post foi o primeiro jornal (sério) a apontar o erro.  Os editores foram eliminados por causa da acusação de que FB não mostrava notícias conservadoras.

Mais um rebranding na Viacom: a partir do dia 9, eles estão transformando seu canal MTV Hits num canal de música 24h para crianças, NickMusic. No playlist, Ariana Grande, Sia e todo pop bubble gum de Top 10. O último rebrand foi há duas semanas, com o surgimento de MTV Classics, que exibe programação dos anos 90.

O instituto de pesquisa Nielsen divulgou esta semana que o número de domicílios com aparelhos de TV está crescendo (difícil de entender, já que e a audiência em geral está diminuindo): se em 2015, haviam 116.4 milhões, este ano, o número subiu 1.7%, 118.4 milhões. Além disso, em sua newsletter da semana, um artigo fala da força dos Hispanos nos EUA  que já são hoje 18% da população.

O Instagram finalmente tem zoom. E aqui, um exemplo de como as marcas estando tirando proveito disso.

 

DESENVOLVIMENTO
Uma série de atores está emplacando projetos próprios para dirigirem/produzirem na próxima temporada de TV: Toni Collette vai produzir e protagonizar uma comédia dramática na ABC, Unit Zero; Felicity Huffman também, House of Moore; Zach Braff também, Start Up;Jennifer Lopez emplacou um procedural na CBS (sem título) e Kerry Washington, outro na ABC, Patrol. Unit Zero, de Collette, é sobre uma mãe solteira que trabalha para a CIA supervisionando um time de novatos na espionagem. House of Moore, de Huffman, se passa no mundo da moda, é de humor negro e vai tratar da ditadura da moda. O procedural de J-Lo é sobre irmãos gêmeos identicos de personalidade e vidas opostas mas que se juntam e se ajudam no tribunal.  O de Kerry Washington é sobre 4 integrantes da polícia de LA que se formaram juntas há 5 anos e se encontram de novo para trabalhar (por causa de um segredo do passado). A comédia de Zach Braff para ABC é baseada em um podcast e é sobre um cara casado pai de 2 filhos que resolve largar o emprego para criar seu próprio negócio.

Marcia Clark, famosa desde o julgamento de OJ Simpson e interpretada brilhantemente na TV este ano por Sarah Paulson em American Crime Story, vai contar sua própria história num drama para a NBC, The Ark, com produção da 20th Century Fox TV.

Michael Strahan vai produzir com Tom Brady (o marido de Gisele) e Gotham Chopra (filho de Derek) uma docu-série chamada Religion of Sports  para a AT&T Audience Network (DirecTV).Serão 6 episodios que vão tratar de esporte e cultura o efeito que tem sobre a sociedade fora da âmbito de entretenimento.

gettyimages-594332990-h_2016Bill Nye (que fez muito sucesso como The Science Guy nos canais infantis nos anos 90) vai ter um talk show na Netflix no começo de 2017. Bill Nye Saves the World vai tratar de ciência e seu impacto na política, sociedade e cultura pop. Cada episódio terá um tema diferente a partir de um ponto de vista científico, desfazendo mitos e refutando conceitos sem base científica adotados por políticos e celebridades. Nye também vai ter convidados e fazer experiências químicas.

CBS está desenvolvendo uma comédia chamada Sunday Night Dinner, baseada na série inglesa Friday Night Dinner,  sobre um casal com dois filhos adultos que se reúnem toda semana para jantar. Na versão americana, os dois filhos não gostam da ideia do compromisso mas viram praticamente crianças em todo jantar. A mãe é obcecada por Master Chef, o pai tem mania de tirar a camisa e há ainda uma avó moderninha.

ABC continua seus esforços de mostrar a diversidade do país: esteem desenvolvendo uma comédia sobre uma família iraniana-americana de San Jose (CA) que tem um jeito diferente de falar de tradição e identidade. Quem escreve é um ex-Friends e o estudioso e autor iraniano Reza Aslan. A ABC já tem Black-ish (sobre Afro-Americanos), Fresh Off the Boat Dr. Ken (protagonizados por Asiáticos-Americanos) — e Cristela, sobre uma família latina, não deu muito certo.

Condé Nast comprou os direitos de um artigo publicado na New Yorker esta semana sobre a importância de Lou Pearlman, um dos mais bem sucedidos empresários de música americano, responsável pela criação de diversas boy bands, como Backstreet Boys e ‘N Sync,O artigo se chama“We Live in the Pop-Culture World That Lou Pearlman Created”  e a idéia é fazer uma minissérie sobre a vida de Perlman, que morreu na prisão há alguns dias.

FYI está fazendo um novo reality de competição culinária: Man Vs Master. Serão 13 episódios de uma hora, com estreia para 2017. Em  Man Vs Master, chefs desconhecidos competem para estagiar com um chef-celebridade famoso. Para ganhar, devem bater o chef celebridade numa de suas próprias criações.

 

FOOD FOR THOUGHT

O diário de um repórter do Hollywood Reporter que passou o verão como cord-cutter. É uma boa leitura.

51MFBKUHSRL._SX331_BO1,204,203,200_O crítico Alan Sepinwall lança um novo livro esta semana sobre as melhores séries da TV, TV (The Book): Two Experts Pick the Greatest American Shows of All Time,  e aproveita para fazer suas recomendações no Hit Fix sobre as 20 séries que valem ser vistas nesta nova temporada.

O NYTimes fala das comédias “malucas” que vão estrear nos canais abertos, todas tentando algo diferente (para ver se pega).  The Good Place (NBC) é no céu, em Son of Zorn (Fox) o protagonista é animado, em Downward Dog (ABC) é um cachorro falante e por aí vai….