semana de 5 de setembro — Meryl, a mídia e boybands na TV, Tim Cook faz Carpool Karaoke

NA TV

Discovery estreou sua primeira ficção no feriado de segunda,  Harley and the Davidsons, sobre a história da marca. Protagonizada pelo Dario de Game of Thrones, Michiel Huisman, a minissérie foi exibida em três dias consecutivos, 2 horas por dia.  Grandiosa, com um super valor de produção,, mas irregular no conteúdo. E em primeiro no ranking da TV paga nos três dias (3.3MM ao vivo).

screen-shot-2016-09-08-at-8-02-48-pmJonBenet Ramsey é uma menina de 6 anos que foi encontrada morta no Natal de 1996. No aniversário de sua morte, o mistério ainda fascina os americanos e diversos canais aproveitaram a data para fazer alguma produção: o A&E exibiu na segunda o especial The KIling of JonBenet: The Truth Uncovered; a NBC fez um Dateline especial na sexta, Who Killed Jon Benet? e, na CBS, o crime vira docu-série, The Case of JonBenet Ramsey, a partir do dia 18 (6 episódios, 2 a cada domingo).

FX está se tornando o canal com as histórias mais complexas/interessantes. e na terça, eles estrearam mais duas: a comédia Better Things, produzida por Louis CK, e Atlanta, uma comédia dramática superelogiada que tem o rap de pano de fundo e é toda protagonizada por negros. É relevante para este país (e o primeiro EP está no YouTube).

Oprah apareceu de supresa na estréia da 14ª temporada de Ellen para (também) promover a estréia de Queen Sugar, um drama familiar dirigido por Ava Duvernay  no mesmo dia no OWN. E na quinta, Ellen trouxe Katy Perry para supreender um dos sobreviventes do massacre de Orlando (é de chorar).

A NBC acertou ao fazer um forum na quarta à noite com os dois candidatos à presidência, Hillary Clinton e Donald Trump, com uma platéia de militares. Mas errou barbaramente ao deixar o comando para Matt Lauer (do Today), execrado pelo público, por jornalistas e por políticos. Não foi justo com Hillary e deixou Trump escapar com seus absurdos e mentiras de sempre. E muita gente viu: 15MM ao vivo.

NOTICIAS

Os canais de notícias continuam contratando jornalistas de mídia impressa para fazer colunas na TV.  CNN já tem Brian Stelter e Brian Lowry. Fox News tem Howard Kurtz. E agora, a NBC News e MSNBC contrataram Gabriel Sherman, da New YorkMagazine. Sherman tem servido de cronista do drama na Fox News envolvendo Roger Ailes, que caiu no mês passado da posição de CEO, acusado de assédio sexual.

roger-ailes-gretchen-carlsonGretchen Carlson, a ex-apresentadora que acusou Ailes de assédio, recebeu seu cheque de indenização esta semana ($20MM de dólares) e um pedido de desculpas público da Fox. Este é um caso que vai ser lembrado por Corporate America por muitos e muitos anos. Foi uma vitória para Gretchen e para as mulheres em geral.

A Fox ainda indenizou outras mulheres que denunciaram o mesmo comportamento do ex-CEO, que agora é consultor de Trump (este artigo da CNN fala em detalhes como Roger Ailes está ajudando Trump).

Notoriamente ausente do apoio público ao ex-chefe, Ailes, Megyn Kelly se tornou uma estrela da Fox News no último ano e meio e, em Novembro, ela lança sua biografia,  Settle For More, onde conta sua trajetória como uma das mais respeitadas jornalistas no ar hoje.

Na quarta, a Liberty Media anunciou Chase Carey, ex-21th Century Fox e ex Direct TV, como o novo chairman de seu novo negócio, a Formula Um (pelo qual pagou U$8bi, o deal mais caro de esporte). Bernie Ecclestone vai continuar como CEO e a presença do esporte na TV nos EUA deve aumentar.

O órgão que regulamenta as comunicações nos EUA, o FCC, deve divulgar uma proposta para abrir as cable box, dando aos fabricantes de aparelhos a oportunidade incorporar aplicativos de streaming. O chairman do FCC, Tom Wheeler, tem criticado operadoras de cobrar aluguel excessivo do consumidor pelas caixas de cabo.

Snapchat está crescendo no mercado publicitário e espera movimentar U$1bi em 2017, segundo o eMarketer, num crescimento de 155% em comparação a 2016. Muito se deve a seus formatos inovadores, como os filtros animados, que permitem apoio de patrocinador.  A rede tem 150 milhões de usuários diários e está conversando com investidores sobre um IPO ainda este ano.

Já o CEO do Instagram foi matéria de capa da Forbes de Agosto para falar de seus 500 milhões de usuários, o negócio de $50bi e este que será o futuro de Facebook.

MARKETING

Esta semana teve novo Iphone. Como uma mão lava a outra, Tim Cook chegou ao evento de lançamento fazendo Carpool Karaoke com James Corden — no final de julho, a Apple Music e CBS  assinaram um acordo garantindo à Apple Music a primeira janela da nova série Carpool Karaoke.

screen-shot-2016-09-07-at-11-49-45-am_0A Lost Remote fez um ranking da popularidade das novas séries da temporada de 2016 (Fall Season) de acordo com os likes de Facebook.  A campeã é outra vez  This is Us, que também teve seu trailer visualizado 63MM de vezes no FB. Depois vem Designated Survivor (ABC) e McGyver (CBS).

Excitação da imprensa em volta do retorno de Gilmore Girls à Netflix continua e esta semana a Entertainment Weekly chegou a publicar a primeira página do primeiro episódio, que só chega às telas em novembro.

 

 

DEVELOPMENT

Mais um título do cinema vai virar série de TV: Heathers, comédia cult dos anos 80 com Winona Ryder e Christian Slater. A história é sobre um casal no colegial infernizado por três pestes de mesmo nome (Heather) e na TV será uma antologia no TVLand.

Mais do tema boy bands para virar série de TV: Zayn Malik, ex-One Direction, está criando um drama para a NBC com o veterano produtor Dick Wolf. Boys vai contar a história da criação de uma banda, seu sucesso estrondoso e a pressão que acompanha os meninos depois do sucesso.  Terá produção da Universal.
 

Fox encomendou uma comédia com tema “família” para Melissa McCarthy e o marido Ben Falcone.  Embaixo do mesmo teto, o dono da casa, alpha bem sucedido, e a irmã e seus dois filhos.   É a segunda série do casal, que já desenvolve Nobodies, para o TV Land.

oliver_twist_-_screen_shot-p_2016
O clássico Oliver Twist deve ganhar uma nova interpretação na série que Lionsgate faz para a NBC. Uma jovem simples de 20 e poucos anos (Twist) faz de sua família um grupo de excluídos e à margem da sociedade, mas que tem talento para derrubar criminosos.

Jason Katims vai fazer para o estúdio da Universal uma comédia dramática sobre duas advogadas, irmãs e politicamente opostas, que se juntam para defender o pai, preso por um escândalo.

E quem também deve acabar na TV é Meryl Streep. O projeto é da Warner e JJ Abrams e é a adaptação de um dos livros mais festejados este ano nos EUA, o bestseller The Nix, uma sátira que envolve várias gerações: da mãe da era hippie que largou o filho e reaparece décadas depois para virar o centro de uma controvérsia envolvendo um candidato à presidência.

FOOD FOR THOUGHT

Uma colunista convidada da Ad Age esta semana sugere que marcas aprendam com os comerciais/campanhas direcionadas a mulheres: storytelling.