semana de 9 de outubro – Michelle Obama, Megyn Kelly e Gloria Gaynor: I Will Survive

NA TV

O segundo debate dos candidatos à presidência no domingo foi triste, tanto no conteúdo quanto na audiência, 20% mais baixa que o anterior (53% share, 66.5MM). O tópico ‘assédio sexual’, consequencia do áudio de Trump vazado na sexta passada, foi polêmico e trouxe à tona casos de mulheres denunciando o candidato, que por sua vez rebateu acusando a imprensa, num redemoinho de baixaria e catarse. Mas ainda bem que ainda temos Michelle Obama, com mais um discurso épico para tentar manter o nível de civilidade. E Megyn Kelly, que apesar de ser da Fox News, está tratando o assunto com elegância.

trump-compare-finalHillary deu sua primeira entrevista depois deste debate à Ellen  na sexta. E a Time lançou seu novo número atualizando uma capa de Agosto: a primeira, “Meltdown“, mostrava o homem laranja se desmanchando; nesta  “Total Meltdown“, ele se desmanchou completamente.  A Time até lançou uma animação das capas via Twitter.

E na ressaca do vazamento do tal áudio, quem acabou perdendo o emprego foi Billy Bush (NBC). Ele apresentava Access Hollywood na época (também da NBC) e pode ser visto e ouvido com Trump. Desde Agosto, conduzia a terceira hora do Today Show e foi suspenso na segunda. Depois de duas demissões mal-resolvidas, Brian Williams e Ann Curry, espera-se que a NBC tenha mais cuidado desta vez e a saída está sendo negociada antes de ser anunciada. Billy foi o mesmo que ouviu o testemunho de Ryan Lochte sobre o “não-assalto” no Rio.

ABC estreou um bloco de 2 horas de comédia na terça. The Middle, Fresh Off the Boat, The Real O’Neals e American Housewife, a esperada comédia de Sarah Dunn, que fez números OK (6.7MM). O título anterior era mais inspirado, The Second Fattest Housewife in Westport, e é a terceira série protagonizada por “gordinhas” nesta temporada.  Na mesma noite, This is Us está conseguindo manter o interesse (9.9MM ao vivo, subindo 73% no Live+7), que junto com Empire (9.2MM, sobe 50% no Live+7) e Designated Survivor (7MM, sobe 117% no Live+7), são as séries mais bem sucedidas da nova temporada.

Na quarta, em estréia mundial na CNN,  We Will Rise: Michelle Obama’s Mission to Educate Girls Around the World, um doc produzido por CNN Films sobre educação de meninas e adolescentes no Marroco e LIbéria, com Meryl Streep, Freida Pinto e Isha Sesay de repórteres. E a 32ª temporada de Real World na MTV (este que ficou o primeiro reality de TV comercial).
NOTICIAS, MARKETING e OUTRAS PLATAFORMAS

simpsons-cube-2__twocolumncontentNeste domingo, Simpson’s (FOX) celebra seu 600º episódio dando ao espectador a oportunidade de sentar no sofá da família (desde que use óculos de papelão de VR). A FOX criou um vídeo de 3 minutos em realidade virtual chamado Planet of The Couches, que vai poder ser visto graças a uma parceria com Google Spotlight Stories a partir de domingo às 8 da noite. 25 mil pares de óculos também foram distribuidos gratuitamente via site.

Uma revista cult dos anos 90 virou pop up no site da Esquire, a Spy! Com edições limitadas e anúncios fictícios, a Spy! vai viver dentro do Esquire.com apenas até o fim da campanha presidencial. A revista marcou época com seu jornalismo satírico.

A Avon está usando um clássico de Gloria Gaynor como tema de campanha e hino feminista para suas vendedoras, bem em linha com a marca (que desde 1886 incentiva mulheres a terem independência financeira). Contado como videoclip, é a história de uma mulher que era infeliz trabalhando num escritório até virar sua prória chefe quando resolve trabalhar para a Avon.

cubdctawgaaklxqShowtime criou posters animados para promover a estréia da nova temporada de The Affair (Novembro).Estão na rua em NY. Também em NY desde segunda, o Twitter lançou uma campanha que pretende “explicar ao grande público o que é a marca”. É críptica, com apenas símbolos de pontuação, acompanhados do logo (a mesma tática usada pelo Snapchat, com anúncios que tem apenas o fantasminha do logo). Em um blog posteles explicam,que há mais por vir.

Discovery está fazendo uma reorganização em sua área de conteúdo internacional para focar em produções locais. Assim, a presidente de conteúdo global, Marjorie Kaplan, sai da empresa depois de 20 anos.  Já a CBS e Universal americanas investem em conteúdo “alternativo”, criando departamentos inteiros especializados em não-ficção. Meredith Ahr vai liderar o braço de não-ficção da Univeral, Universal Television Alternative Studios. E Ghen Maynard vai liderar alternative programming na CBS TV Studios, supervisionando o desenvolvimento de Drop the Mic (TBS)Carpool Karaoke (Apple).

E as listas da semana: o ranking anual dos 50 showrunners mais “poderosos” da indústria, segundo o Hollywood Reporter e os 10 mais talentosos com menos de 35 anos, segundo o Next Wave do Linkedin.

DESENVOLVIMENTO

Sharon Horgan parece ser a estrela para criar comédias de humor negro estes dias: Catástrofe, da Amazon, é das melhores surgidas nos dois últimos anos, sobre um casal incompatível que resolve se casar; no domingo estreou Divorce, com Sarah Jessica Parker na HBO, sobre um casal horrível que se divorcia. E agora a BBC vai desenvolver Motherland, sobre a traumática e dura experiência de ser mãe. Motherland terá 6 episódios e vem depois da alta audiência da exibição do piloto na BBCTwo.

O braço latinoamericano da Netflix também está desenvolvendo a sua comédia de humor negro. Ainda não tem título, será dirigida por Manolo Caro, produzida no México, com 13 episódios e o foco é uma família disfuncional Mexicana, dona de uma floricultura.

Lifetime está desenvolvendo um drama de 6 epsiódios sobre suicídio assistido, Mary Kills People, baseado num formato canadense. Mary é uma médica plantonista de dia e, à noite, ela e o namorado, um cirurgião plástico ajudam pacientes com doenças terminais a morrerem. E o negócio paralelo começa a crescer.

FX está desenvolvendo um drama tendo a crescimento da epidemia de crack e cocaína em Los Angeles nos anos 80.  Vai se chamar (apropriadamente) de Snowfall e as personagens não podem ser mais previsíveis: um jovem empresário “da vida” na busca de poder, um lutador Mexicano em disputa com a filha de um chefão Mexicano.

NBC vai produzir um reality para descobrir talentos musicais na internet, The Stream. ABC vai produzir um reality de competição com a Mattel chamado The Toy Box, sobre a invenção de novos brinquedos. Será apresentado por Eric Stonestreet, de Modern Family, e os competidores terão seus produtos (brinquedos) julgados por uma bancada de crianças.  O vencedor entra na linha de produção da Mattel. Além disso, ABC também desenvolve um novo game-show com crianças produzido por Ricky Gervais, Five to Survive. Em Five To Survive, o apresentador faz 10 perguntas para os candidatos (adultos), se eles não conseguirem responder, ele repete a pergunta para um grupo de 5 crianças. Tudo isso é consequencia do sucesso da NBC, Little Big Shots….

Save