semana de 28 de novembro – Snapchat cresce, Amazon avança, Lin-Manuel onipresente

NA TV e OUTRAS PLATAFORMAS

Lin Manuel Miranda, o menino de ouro da Broadway (criador do fenômeno Hamilton) está com sua popularidade chegando quase a “ponto de saturação”: esta semana o finale de Drunk History no Comedy Central foi dele, onde contou a história de Hamilton bêbado (a premissa do programa é essa mesma: convidados narram uma história real screen-shot-2016-12-01-at-6-13-41-pmenquanto bebem até ficar bêbados). Hoje também sai o mixtape (compilação) da trilha de Hamilton, com nomes do pop como Queen Latifah, Sia, Kelly Clarkson e até Jimmy Fallon e The Roots, que devem mostrar sua canção  no programa do dia 5. Aliás, Jimmy fez uma brincadeira com o ator que interpretou King George na segunda. Lin-Manuel ainda vai ser o responsável pelo ambicioso projeto de adaptar  a trilogia fantástica The Kingkiller Chronicle para a TV e cinema. A produção será da Lionsgate.

O A&E estreou uma série de não-ficção bem controversa sobre Cientologia, protagonizada (e contada em primeira pessoa) pela atriz Leah Remini. Foi a melhor estréia dos realities do A&E em dois anos, com 2.1MM.

Na terça, Ellen usou sua Medal of Freedom e contou todo o drama da cerimônia, em que ela quase foi proibida de entrar na Casa Branca porque esqueceu a identidade.

Quarta foi dia dos apresentadores do Today comandarem o primetime, conduzindo o especial que acende as luzes da árvore de Natal do Rockefeller Center. Foi líder da noite, 10.6MM.

Gilmore girls: a year in the life (Netflix) foi bem de audiência nos EUA, segundo a netflix_-_binge_candle_16empresa de pesquisa Symphony Advanced Media. Nos 3 primeiros dias,  6 milhões de A18-49 assistiram os quatro eps disponíveis, cada um com média de 5MM, apesar do feriado.
Uma última peça promocional da Netflix para Gilmore girls: a binge candle, uma vela com aromas das quatro estações que dão título a cada um dos quatro episódios.

Este comercial de Natal da H&M já andou pelo Facebook, mas vai outra vez só para falar da “marca” Wes Anderson inconfundível e ilustrar bom storytelling O spot tem quase quatro minutos e é protagonizado por Adam Brody.

NOTICIAS

Amazon continua avançando em sua busca de se tornar uma empresa de mídia multiplataforma e passou a oferecer HBO e Cinemax (ao preço de $14.99 e $9.99/mês). Eles já tem Showtime, Starz e Acorn.

Na semana passada, falei da nova plataforma de Arianna Huffington dedicada ao lifestyle produtivo e bem-estar, Thrive Global. O site finalmente estreou  e Arianna fala dos aplicativos que vai oferecer para ajudar a diminiuir o stress.

casey-neistat-e1480345633732Com o objetivo de falar com uma audiência mais jovem, a CNN comprou esta semana a Beme, uma empresa de notícias do YouTube, criada por Casey Neistat, e que vai operar como unidade de negócios independente a partir do ano que vem.  Casey é um dos talentos do YouTube e, além do Beme, tem outros aplicativos dedicados a notícias.

Com o mercado de streaming aquecido, o Sling TV, da Dish, está estreando um DVR com uma novidade: o conteúdo ficará guardado na nuvem e pode acumular até  100 horas para o usuário ver em qualquer plataforma.

De acordo com o Recode, 15% do tempo que se passa no Facebook.com é com games, que não ficam disponíveis no aplicativo em aparelhos móveis. A partir desta semana, FB está mudando isso, criando um novo subproduto chamado Instant Games, onde clássicos como PacMan podem ser jogados com amigos dentro do aplicativo.

DESENVOLVIMENTO

A BBC está desenvolvendo um especial de não ficção para exibir ainda este ano sobre o desperdício de comida. The Big Food Rescue terá 5 eps dedicados ao movimento que visa reduzir o desperdício de 10 milhões de toneladas de alimentos por ano no Reino Unido.

No podcast do Variety, Jason Katims, criador de Parenthood e Pure Genius, não descartou a possibilidade da volta de Parenthood (NBC), com as mesmas personagens alguns anos depois.

Discovery está desenvolvendo outra série de ficção para o ano que vem, The Unabomber, que terá Paul Betteny no papel do protagonista. A série vai ser narrada pelo ponto de vista do detetive do FBI que conseguiu capturá-lo usando métodos tradicionais.

FOOD FOR THOUGHT

Ao se preparar para virar uma empresa pública, Snapchat continua em ascensão. O caminho do sucesso está  bem explicado aqui pelo NYTimes.  O colunista chega a dizer que é uma rede social melhor que o Twitter.

The Wing é um novo clube/comunidade recém criado para mulheres profissionais e influentes em NY e que já virou um sucesso. Custa $1950 por ano, tem fila de espera e dezenas de marcas se candidatando para chegar às sócias.

Ainda no tema feminino, Naama Bloom  era CEO de uma agência que tratava temas “ginecológicos”  tabus de forma bem humorada e que viravam virais rapidamente. Chamava-se HelloFlo. Sua empresa foi comprada pela SheKnows Media, onde ela continua a falar do assunto (menstruação, puberdade, fertilidade, etc.) e continua gerando vídeos virais. Como este, uma paródia de Sex in The City para falar de uma vagina desidratada.