semana de 12 de março – This is Us versus IR de Trump, SXSW, profusão de docs

NA TV e em OUTRAS PLATAFORMAS

O superesperado finale de This is Us às 9 da noite de terça tropeçou numa pedra no caminho às 8:40: Rachel Maddow, jornalista da MSNBC, tuitou que mostraria o IR de Donald Trump, assunto desde a campanha. Virou primeiro trending topic mundial e líder na TV paga (com 4.13 milhões, sua maior audiência até hoje). Maddow levou 20 minutos até mostrar duas páginas do IR de 2005, tremendo anticlímax.  Mesmo assim, This is Us (NBC) fez número recorde, 12.8MM. A série que veio imediatamente depois, Trial and Error, um mockumentary satirizando  docuséries de crime tipo Making a Murderer e The Jinx, conseguiu manter metade disso, 5.9 milhões.

Enquanto o público se dividia entre os dois grandes eventos da noite, o ator Kal Penn descobriu uma alternativa, The Real Housewives of Beverly Hills do Bravo e comentou em tempo real, muito engraçado.

Um problema de luz no Centro de Dados do Nielsen na Florida atrasou a divulgação de números de audiência de domingo a quarta, para desespero dos executivos de TV ansiosos por resultados, que só vieram quinta.

Peak TV? Em apenas duas horas, as noites de domingo tem mais de 10 boas séries para se escolher: Homeland, Billions, Big Little Lies, Girls, Crashing, Feud, Shades of Blue, Chicago Justice, Elementary, Madam Secretary, Time After Time (excluo Walking Dead intencionalmente).  E a estréia deste domingo, a prestigiada American Crime, uma antologia em 8 episódios, nesta terceira temporada focando de abusos trabalhistas envolvendo imigrantes.

A revista W, que pertence à Condé Nast, fez um mini doc divertido sobre a fauna que circula durante a semana de moda de Paris. Butterflies of Paris é narrado no estilo dos documentários de natureza da BBC.

NOTICIAS e MARKETING
A disputa por celebridades aqueceu o mercado de telcos e esta semana Mark Wahlberg assinou um contrato milionário com AT&T para criar conteúdo original e ser seu spokesperson (acima de $10MM). Ele se junta à Taylor Swift, que também é exclusiva da AT&T.  E os dois seguem os passos de Jamie Foxx, que assinou com Sprint, e Justin Bieber, que é exclusivo do T-Mobile (vimos os dois em comerciais durante o Super Bowl deste ano).

Pela primeira vez em 25 anos, a MTV está adicionando televisão a seu Movie Awards, que agora se chama MTV Movie & TV Awards. Vai ao ar ao vivo dia 7 de Maio e será precedido de um festival de TV, cinema e música de um dia no Shrine Auditorium  (que os anunciantes adoram).

Três grandes grupos de mídia — Fox Networks Group, Turner e Viacom — criaram um consórcio chamado OpenAP para medir audiência de forma alternativa. Numa era de audiência fragmentada, esta iniciativa quer aprimorar a medição de segmentos específicos que interessam ao anunciante, seja na plataforma que for. Deve começar em junho/julho.

Netflix está considerando editar suas séries e filmes especificamente para aparelhos móveis para atender este segmento da audiência que vem crescendo no mundo todo. A informação é de seu chefe de produto, Neil Hunt. Outra mudança: o usuário vai avaliar conteúdo com positivo e negativo. Segundo eles,  “usar estrelas” ficou irrelevante, o que interessa é o comportamento”.

Com tantos brasileiros no SXSW, tenho certeza que vocês vão ser inundados de notícias e matérias locais. Mando links de apenas duas. Primeiro, o painel Bingers & Time-Shifters: The Future of TV Marketing sobre promoção de programas, porque o “promo” se tornou obsoleto. Depois, Bravo contratou 60 modelos “nus” para sair por Austin (na chuva) para promover sua nova série Stripped. Resultado: foi notícia em todos os trades.

Uma pequena parte do SXSW, as conferências sobre RH/workplace, foi sintetizada pelo  Evernote, que “tomou notas” de umas 30 sessões. Os keynotes estão no site do SXSW. E mais no Austin Chronicle.

DESENVOLVIMENTO

Heath Ledger vai ser tema de um novo documentário do Spike que estréia em Maio, I am Heath Ledger. O ator australiano, morto há 9 anos, ganhou um Oscar póstumo por sua interpretação do Coringa.

Na CBS, também em Maio, um (novo) documentário sobre a princesa Diana. Princess Diana: Her Life — Her Death — The Truth terá duas horas, apresentação da jornalista Gayle King e visa celebrar o aniverário de morte dela (20 anos em Agosto). A ABC News também está fazendo o seu especial, de 4 horas  e produção em parceria com a revista People.

O Vulture publicou uma matéria interessante para quem produz TV, as locações de Big Little Lies, a nova série da HBO, que se passa em Monterey na California.

Save