semana de 14 de maio — upfronts e trailers da temporada de tv de 2018

Maio é o mês mais importante para a indústria americana porque é o fim do ciclo de produção. Começam os upfronts em NY, canais anunciam oficialmente que pilotos viram séries, data que entram na grade e os apresentam para o mercado publicitário (que investe em Adultos 18-49, o grupo demográfico que vê televisão linear cada vez menos).
  • O grupo de pesquisa Media Dynamics, Inc.  estima que a receita publicitária do ano passado, TV aberta e paga, foi de $20 bilhões. O Variety estima que os cinco canais abertos vão receber este ano entre $8 e $9 bilhões.
  • Uma dança das cadeiras promovendo integração vertical:  Fox cancelou Brooklyn Nine Nine (produzida pela NBCU), que foi “salva” com mais 13 eps para a NBC. ABC cancelou Last Man Standing (produzido pela 20th Century Fox), renovada para entrar na Fox.
  • Netflix escolheu o primeiro dia de upfronts para falar com a imprensa, claro: 85% de seu orçamento de $8bi será em séries originais (1000 até o fim de 2018). Importante entender que o “conceito” de “original” não existe no Netflix,já que são 5 categorias de “originais”: 1) True Originals, 2) Acquired Originals, 3) Co-Licensed Originals, 4) Licensed Originals, 5) Non-Original License.
  • Turner passou a usar o termo omnichannels, uma variação do “360”. Significa a experiência do fã em mídias sociais, VOD, apps, gaming e eventos ao vivo. Seu novo tagline global: We Make Friends.
  • O NYTimes publicou uma série de artigos mostrando o “estado das coisas” com o sugestivo título de Porque a TV tradicional está em risco.

NBC

Na segunda, o chefe da NBCU, Steve Burke,  insistiu no “one-stop shop” com a variedade de canais do grupo. Apresentou trailers de  The Village (para fazer par com o melodrama This is Us), e mais:
Deadly Class (SyFy)

New Amsterdam (NBC)

Manifest, de Robert Zemeckis (e que lembra Lost)

 I Feel Bad

FOX

Na terça, os co-presidentes da Fox, Gary Newman e Dana Walden, tinham que provar ao mercado o quanto estão animados com a venda de seus canais à Disney. Promoveram a composição de sua audiência, uma New Fox:  5 anos mais jovem que a da ABC e 10 anos mais jovem que a da CBS. Também anunciaram a redução do  espaço comercial de algumas séries do FX (que tem a melhor programação da TV paga hoje em dia) em 60%, com apenas 2 spots de 30 segundos por anunciante.

The Passage

 
Proven Innocent

Rel

The Cool Kids

 Cosmos Possible Worlds

 

ABC

The Rookie
The Fix (produzido pela advogada do caso de OJ, Marcia Clark, e com algumas “coincidências” entre a série e sua trajetoria profissional )


The Kids Are Alright


Single Parents

Grand Hotel (versão americana baseada na série espanhola)
Whiskey Cavalier

A Million Little Things


 

CBS

 

SERIES CANCELADAS E RENOVADAS

O The Wrap tem uma lista atualizada.